Festival Internacional de Teatro termina domingo em Brasília

Da África à Ásia, da América Latina à Europa, o projeto Cena Contemporânea ocupa espaços públicos, parques e ruas da cidade
Espetáculos propõem questionamentos sobre a realidade contemporânea
Espetáculos propõem questionamentos sobre a realidade contemporânea (Divulgação)

Apostando na reflexão sobre representatividade política e identidade cultural, a 14ª edição do projeto Cena Contemporânea que desde 20 de agosto promove espetáculos de teatro, dança e música reunidos e apresentados em 19 espaços teatrais do Distrito Federal, incluindo as cidades satélites de Ceilândia, Taguatinga e Gama.

Com apresentações francesas, espanholas, holandesas, escocesas, coreanas, uruguaianas, moçambicanas, polonenses e australianas, o projeto conta ainda com diversas atividades paralelas como oficinas gratuitas de teatro, dança, maquiagem, fotografia, colaborações artísticas e debates com os grupos.

Cenário musical

O evento traz pela primeira vez ao Brasil grupos prestigiados como o francês Guillaume Perret, considerado um dos maiores nome do jazz na França; o polonês Pink Freud, que mistura jazz contemporâneo com rock e música eletrônica; o coreano Jambinai, que faz uma fusão de música tradicional coreana com rock pesado e muito mais, como Baby Consuelo; Móveis Coloniais de Acaju; o rapper australiano Omar Musa e o Coletivo Criolina, num total de 12 shows, que acontecem, em grande parte, ao ar livre, na Praça do Museu Nacional da República.


Confira a programação das atividades com entrada gratuita acessando o site oficial.

Cena Contemporânea
Diariamente de 20/08 (Ter) a 01/09 (Dom) das 17:00 às 02:00

Teatro Funarte Plínio Marcos
Eixo Monumental , s/nº – SDC, Complexo da Funarte
SDC – Brasília
www.cenacontemporanea.com.br

Essa matéria foi originalmente publicada pelo Catraca Livre

 
Matérias Relacionadas