Trump revela o que o impediria de concorrer em 2024

Trump completará 78 anos em 2024 mas novamente deu a entender que concorrerá à presidência

Por Jack Phillips 

O presidente Donald Trump admitiu que sua saúde pode impedi-lo de concorrer à presidência em 2024.

Falando em uma entrevista na quinta-feira, Trump, de 75 anos, disse que foi informado por assessores que sua saúde seria um fator quanto a se ele concorreria novamente. O ex-presidente, no entanto, não declarou publicamente se fará outra candidatura presidencial.

“Você sempre tem que falar sobre saúde. Parece que você está com boa saúde, mas amanhã você recebe uma carta de um médico dizendo “venha me ver novamente”, disse Trump ao Washington Post. “Não é bom quando eles usam a palavra ‘de novo’”, acrescentou Trump, dizendo que está com uma boa saúde.

Trump, que completará 78 anos em novembro de 2024, novamente deu a entender que concorrerá à presidência.

“Não quero comentar sobre concorrer, mas acho que muitas pessoas ficarão muito felizes com minha decisão”, disse o ex-presidente, acrescentando que, se ele concorrer, outros republicanos proeminentes como o ex-vice-presidente Mike Pence , o governador da Flórida Ron DeSantis e o ex-secretário de Estado Mike Pompeo não se oporão a ele em uma primária do Partido Republicano.

“Se eu corresse, não posso imaginar que eles iriam querer correr. Alguns por lealdade teriam dificuldade em correr”, disse ele em referência aos três. “Acho que a maioria dessas pessoas, e quase todos os nomes que você mencionou, estão lá por minha causa. Em alguns casos, porque eu os apoiei e endossei.”

Enquanto isso, Trump contestou os rumores de que há tensões entre ele e DeSantis. O governador da Flórida também negou as alegações.

“Tenho um bom relacionamento com Ron, tenho um bom relacionamento com todos os nomes que você mencionou”, disse Trump ao Post. “Eles correriam contra mim? Duvido que eles iriam correr contra mim. Eu duvido”.

Quanto a Pence, o ex-presidente disse ao Washington Examiner no mês passado que o está descartando como um possível companheiro de chapa.

“Acho que as pessoas não aceitariam”, disse Trump à mídia. “Mike e eu tivemos um ótimo relacionamento, exceto pelo fator, muito importante, que aconteceu no final. Tínhamos uma relação muito boa”, continuou.

“Eu não falo com ele há muito tempo”, disse ele, acrescentando: “Ainda gosto do Mike”.

O ex-médico de Trump na Casa Branca, o deputado Ronny Jackson (republicano do Texas), disse a repórteres há vários anos que Trump está bem de saúde.

“Eu disse ao presidente que se ele tivesse uma dieta mais saudável nos últimos 20 anos, ele poderia viver até os 200 anos”, disse ele a repórteres na época. “Não sei. É apenas a maneira como Deus o fez”, acrescentou Jackson.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas