Polícia Civil abre inquérito sigiloso por críticas contra Moraes em bar de SP

Por Bruna de Pieri, Terça Livre

A Polícia Civil de São Paulo decidiu abrir um inquérito contra o publicitário que criticou o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) no Clube Pinheiros, no último dia 3.

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado no 14° Departamento de Polícia, o homem teria proferido xingamentos contra o Ministro dentro do bar. Avisado sobre o ocorrido, o segurança de Moraes pediu para que funcionários orientassem que os insultos parassem.

Só que ao deixar o local, já na rua, o homem teria criticado o Ministro novamente. A Polícia Militar foi chamada e o rapaz foi conduzido à delegacia. Moraes é sócio, e mora em um prédio ao lado da sede do Clube Pinheiros.

De acordo com a Folha de São Paulo, a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo informou que o caso foi encaminhado ao 15º Distrito Policial, do Itaim Bibi, onde foi instaurado inquérito policial, que está sob sigilo de Justiça.

Entre para nosso canal do Telegram

Siga o Epoch Times no Gettr

Veja também:

 
Matérias Relacionadas