Shen yun: ‘muita realização e alegria’, comenta o público

Shen yun: ‘muita realização e alegria’, comenta o público

Bimal e Priti Radia no Wortham Brown Center Theater, HOuston, 27 de Março de 2022 (Sally Sun/ Epoch TImes)

2022/06/02

Houston, Texas – Em uma era onde os valores morais humanos caíram drasticamente e a liberdade de expressão foi restringida até nas democracias ocidentais, o Shen Yun Performing Arts, baseado em Nova Iorque, traz uma mensagem de otimismo para o público do Wortham Center Brown Theater, no domingo.

Encantados ao assistir o show naquela tarde estavam Priti Radia, uma professora do método Montessori, e seu marido, Bimal Radia, que trabalha com consultoria financeira. 

“É muito diferente da cultura chinesa recente, porque agora conhecemos a cultura original. E é lindo, ressoa conosco – a compaixão, a busca da arte e muita realização e alegria”, disse o Sr. Radia. 

“[Os artistas são] extremamente bem treinados e muito bons artistas, de alto nível.” 

“Não consegui ver uma única falha”, Adiciona Sra. Radia.

‘Mensagem de esperança’

Michael Shawiak, um segurador para serviços financeiros, disse que ele ganhou uma nova perspectiva na vida após assistir o Shen Yun.

“Eu definitivamente penso que [o Shen Yun] é educativo… você vê tudo, desde dança tradicional Chinesa até dança moderna contemporânea”, Comentou.

Depois de aprender que a cultura chinesa tem uma história de 5000 anos, Me. Shawiak diz que agora tem uma visão de mundo diferente. 

O objetivo do Shen Yun é reviver a cultura tradicional chinesa na sua forma original e verdadeira. Desde que o regime comunista chines veio ao poder, a cultura espiritual da China foi quase que completamente destruída. 

“Eu recebi uma mensagem de esperança”, falou o Sr. Shawiak, depois de ver “Mostrando Grande Compaixão”,  a história da batalha entre o bem e o mal onde todos fazem a sua própria escolha na vida. 

Os chineses antigos acreditavam que a sua cultura era de inspiração divina e que os seres celestiais um dia coexistiram com os mortais. E assim, as morais e os valores que foram passados pelas gerações sempre foram uma parte intrínseca da cultura chinesa.

“A dança foi estonteante… extremamente bem coreografada. A música foi maravilhosa. A orquestra completa – ao vivo – é muito bonito”, disse o Sr. Shawiak.

Além de sua orquestra exclusiva, que apresenta uma combinação de instrumentos ocidentais e orientais tradicionais, o repertório do Shen Yun inclui vocalistas, um dos quais cantou “Ao céu nesta vida”, a história de uma jornada por muitos planos celestiais

Shawiak estava fascinado pelas letras

“Eu acho que quando aquele cavalheiro cantou a música, que ele basicamente falou: Não se deixem enganar pelo ateísmo. Não se deixem enganar pelo comunismo. Não se deixem enganar pela evolução”, ele disse. 

Shen Yun: uma “Performance Energética”

Paul Schikal no Wortham Center Brown Theater, Houston, 27 de Março de 2022 (Sonia Wu/ Epoch TImes)
Paul Schikal no Wortham Center Brown Theater, Houston, 27 de Março de 2022 (Sonia Wu/ Epoch TImes)

Paul Schikal, um diretor sênior de contabilidade na indústria petrolífera, veio assistir o show com sua esposa, Sr. Schikal aprendeu algo novo sobre a China

“É interessante, porque eu nunca tive qualquer visão da China que envolvesse alguma religiosidade, ou mesmo a ideia de um poder superior no geral. E certamente, a China comunista de hoje não tem nada disso. Então [o Shen Yun] oferece uma nova perspectiva da cultura Chinesa”, explicou

“Estou estupefato com o quão bom eram os dançarinos. Quer dizer, eu nunca vi nada parecido. Estou muito impressionado com o uso dos leques das moças.  E depois as grandes mangas, fluindo como água. É simplesmente muito impressionante de assistir”, comentou o Sr. Schikal.

“É uma performance muito energética. E eu gostei do jeito que eles misturaram a tela no fundo, onde você vê as pessoas meio que pularem no fim do palco e sair voando. É um efeito muito interessante. É muito interessante ver todos os diferentes aspectos culturais”, acrescentou.

O Sr. Schikal está se referindo a tecnologia 3D do Shen Yun, que permite uma interação sem quebras entre os atores no palco e a projeção digital. A audiência frequentemente sente que eles são parte da performance. 

Reportagem por Sonia Wu e Diane Cordemans

O Epoch Times orgulhosamente patrocina o Shen Yun Performing Arts. Nós cobrimos reações do público desde que o Shen Yun começou, em 2006.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também: