Esquerda faz protesto com vandalismo em BH

Por Brehnno Galgane, Terça Livre

O grupo terrorista Antifas promoveu nessa sexta-feira (23) um protesto com vandalismo na cidade de Belo Horizonte. Segundo o grupo “Frente Antifa BH”, a manifestação era contra o suposto fascismo e o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Com aproximadamente 50 pessoas, o grupo de esquerda decidiu queimar uma barreira de pneus no centro de BH. Segundo o coletivo Kasa Invisível, o grupo é composto por integrantes de “torcidas organizadas, coletivos, partidos e indivíduos”.

O Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar (PM) dispersou o grupo de esquerda. A PM informou que não foi registrado um boletim de ocorrência, mas foi feito um relatório. Ninguém foi detido.

Em uma publicação no Twitter, a Frente Antifa BH declarou que esse ato foi somente um “aquecimento para amanhã”. Nesse sábado (24), o grupo terrorista convocou uma nova manifestação contra o presidente Bolsonaro.

O analista político Carlos Dias, durante o Boletim da Noite de sexta-feira (23), criticou o movimento terrorista Antifas e o vandalismo de seus atos.

“O que a gente tem que comentar é a forma de protesto dessa gente. Sempre violenta, depredando o patrimônio público, causando insegurança para as pessoas que passam livremente para o seu trabalho ou para qualquer destino que queiram ir”, apontou Carlos Dias.

Carlos Dias.

 
Matérias Relacionadas