‘Pinocho’, um dos homens mais procurados na Colômbia, é capturado na Espanha

'Pinocho' era um dos traficantes de drogas mais procurados do país, por isso estava na Espanha, afirma general

Por Agência EFE 

O chefe da quadrilha criminosa colombiana, Los Pachenca, identificado como Fredy Castillo Carrillo, vulgo “Pinocho” ou “Ganadero”, um dos criminosos mais procurados no país, foi preso na Espanha, informou o Ministério da Defesa na quarta-feira.

“Esta manhã, em uma operação que ocorreu em Madri, na Espanha (…) foi capturado ‘Pinocho’ ou ‘Ganadero’, o principal líder do grupo criminoso Los Pachenca”, afirmou o ministro da Defesa, Diego Molano, a jornalistas.

O ministro destacou que a captura de Castillo foi possível graças à colaboração da Polícia e do Ministério Público colombiano com a Guarda Civil espanhola.

“Graças ao trabalho articulado com as autoridades espanholas, Fredy Castillo, vulgo ‘Pinocho’ ou ‘El Ganadero’, líder de Los Pachenca, foi capturado, requerido pelos crimes de conspiração para um homicídio qualificado”, declarou o presidente colombiano, Iván Duque, no Twitter.

A polícia especificou que a captura de Castillo ocorreu na cidade de Brunete, nos arredores de Madri.

Antigo e atual criminoso 

Molano explicou que Los Pachenca é uma organização criminosa que atua na Sierra Nevada de Santa Marta, no norte do país, bem como em partes dos departamentos caribenhos de Magdalena e La Guajira, onde se dedica principalmente à extorsão e ao tráfico de drogas, para o qual se vale de assassinatos e ameaças.

Segundo o ministro, Castillo é “responsável pelo assassinato de líderes sociais e outros crimes que afetaram a segurança daquela área do país”.

O detido pertencia às Forças de Autodefesa Unidas da Colômbia (AUC), paramilitares que operavam na região do Caribe colombiano e que concluíram sua desmobilização em 2006, quando Castillo passou a integrar a quadrilha criminosa Los Mellizos e então a Pachenca.

Fugindo da justiça

Por sua vez, o diretor da Polícia colombiana, general Jorge Luis Vargas, afirmou que a captura de Castillo na Espanha “é o resultado mais importante deste ano na luta contra o narcotráfico na Colômbia”.

“‘Pinocho’ ou ‘Ganadero’ era um dos traficantes de drogas mais procurados do país, por isso estava na Espanha, queria se refugiar na Europa para fugir dos controles das autoridades dos Estados Unidos e da Colômbia”, acrescentou o general Vargas.

De acordo com o oficial, Castillo cumpriu uma pena de quatro anos por tráfico de drogas nos Estados Unidos, depois do qual retornou à Colômbia e “sucedeu a Hernán Giraldo na liderança criminosa dos Pachenca”.

“Ele trabalhou com Hernán Giraldo, abusador de meninas, autor de crimes”, destacou o diretor da Polícia.

Giraldo, conhecido pelos pseudônimos de “El Señor de la Sierra”, “El Patrón” ou “Taladro”, por sua aberração de abusar sexualmente de meninas que viviam na Sierra Nevada de Santa Marta, foi outro membro da AUC que cumpriu pena por tráfico de drogas nos Estados Unidos e atualmente está detido na penitenciária de La Paz de Itagüí, no departamento de Antioquia.

Para Giraldo, que perante as autoridades colombianas reconheceu 35 violações de menores, mas possui queixas em mais de 200 casos, o Ministério Público colombiano apresentou várias acusações na semana passada por abuso sexual de quatro menores.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas