Mapa da NASA revela locais de contaminação naval

Alguns alcançam níveis tóxicos para o ser humano
Este mapa da NASA mostra, em laranja mais escuro, faixas de contaminação por óxido de nitrogênio (NASA)

Foi revelado um mapa-múndi com as rotas de navegação contaminadas por navios que atingem níveis tóxicos para o ser humano.

Um satélite da NASA que capta os níveis de ozônio detectou faixas formadas por níveis altamente tóxicos de dióxido de nitrogênio (NO2) ao longo das rotas de navegação, segundo a NASA.

Estas partículas finas pertence ao grupo de compostos reativos do óxido de nitrogênio (NOx), que são fontes principais de poluição e causam danos cardiovasculares e respiratórios, afirmou a agência norte-americana.

O mapa corresponde às medições que o Instrumento de Monitoramento de Ozônio (OMI) realizou entre 2005 e 2012.

Os níveis mais elevados de dióxido de nitrogênio (NO2) foram encontrados nas rotas Índia-Sri Lanka e Cingapura e podem ser visualizados em laranja mais escuro no mapa.

Outras rotas altamente contaminadas são: Singapura-China e as que atravessam o Golfo de Áden, o Mar Vermelho e o Mar Mediterrâneo.

No Atlântico e no resto do Pacífico não foram realizadas outras medições, pois as vias são mais abertas e não seguem caminhos estreitos como ao redor da Ásia e do Oriente Médio.

Pesquisadores observaram que ao longo da costa da China, da Europa e dos EUA as rotas de contaminação não são visíveis devido a atividades de perfuração.

No caso do Ártico, a cor cinzenta reflete a falta de luz no inverno e a nebulosidade no verão.

Outro contaminante importante é o das queimadas agrícolas no Sul da África, que é transportada pelos ventos através do oceano até a Austrália.

Além disso, esta queimada agrícola na África Central é transportada pelos ventos do Atlântico, mantendo os níveis de óxido de nitrogênio relativamente baixos no Norte do Oceano Índico, diz a NASA.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas