HP, Dell e outras empresas de tecnologia planejam transferir produção para fora da China

Por Reuters

Várias grandes empresas de tecnologia sediadas nos Estados Unidos planejam transferir a produção substancial para fora da China, estimuladas por uma amarga guerra comercial entre Washington e Pequim, informou o Nikkei na quarta-feira, citando fontes.

Os fabricantes de computadores pessoais HP e Dell estão planejando realocar até 30% de sua produção de notebooks para fora da China, segundo o Nikkei.

A Microsoft, a Alphabet, a Amazon, a Sony e a Nintendo também estão tentando transferir parte de sua produção de consoles de jogos e de alto-falantes inteligentes para fora do país, acrescentou o Nikkei.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente chinês, Xi Jinping, fecharam uma trégua na Cúpula do G-20 do último final de semana no Japão, abrindo caminho para o reinício das negociações depois de meses de impasse.

No entanto, as empresas provavelmente não alterarão seus planos de transferir parte de sua produção para fora da China, já que também enfrentam custos operacionais mais altos no país.

O CEO da Apple, Tim Cook, fala na Apple Worldwide Developers Conference, em San Jose, Califórnia, em 3 de junho de 2019 (AP Photo / Jeff Chiu)
O CEO da Apple, Tim Cook, fala na Apple Worldwide Developers Conference, em San Jose, Califórnia, em 3 de junho de 2019 (AP Photo / Jeff Chiu)

Em junho, a Apple pediu a seus principais fornecedores que avaliassem as implicações de custo da transferência de 15% a 30% de sua capacidade de produção da China para o Sudeste Asiático, enquanto se prepara para uma reestruturação de sua cadeia de fornecimento, informou o Nikkei no mês passado.

HP, Dell, Amazon, Microsoft e Google não responderam imediatamente ao pedido de comentários da Reuters.

Por Bhargav Acharya e Sayanti Chakraborty

 
Matérias Relacionadas