Eleição foi fraudada para Biden, afirma Tucker Carlson

Por Bruna Medeiros Uaqui, Terça Livre

O jornalista Tucker Carlson em matéria da Fox, publicada dia 23/11, questionou a segurança das máquinas eletrônicas de votação e afirmou que não importa quem levanta esta questão, ou quem tenta descartá-la como “teoria da conspiração”, porque os votos computados não são tão seguros quanto a contagem manual de cédulas.

Tucker lançou dúvidas a respeito da tecnologia e declarou: “As mesmas pessoas que pedem que paremos de questionar as máquinas de votação são as que afirmam que nossos celulares não nos escutam. Eles mentem”. Disse ainda que outros países não usam o voto eletrônico porque prejudica a confiança na democracia.

Sobre as eleições o apresentador expõe como os democratas se aproveitaram da pandemia para mudar o sistema de votação americano, como sabiam que os votos pelos correios beneficiariam seus candidatos por conta da fraca segurança. Comentou também como a Associação Nacional de Rifles teve seu papel drasticamente reduzido nesta eleição, gerando uma grande diferença em estados decisivos como Pensilvânia e outros.

Carlson destacou que os democratas manipularam o resultado da eleição por meio das Big Techs, já que grande parte do debate político está no Facebook e Twitter e praticamente todas as notícias e informações em língua inglesa são transmitidas por uma só empresa, o Google.

Censurando a liberdade de expressão das pessoas nas redes sociais, conseguiram o controle da votação. “Isso aconteceu na frente de todo mundo e ninguém fez nada”, disse o jornalista.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também

 
Matérias Relacionadas