Agência da ONU para os direitos humanos lança banco de dados para combater o racismo

Agência da ONU para os direitos humanos lança banco de dados para combater o racismo (ACNUDH)
Agência da ONU para os direitos humanos lança banco de dados para combater o racismo (ACNUDH)

O Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos (ACNUDH) lançou este mês em Genebra, na Suíça, um banco de dados contendo informações sobre os meios de combate ao racismo, discriminação racial, xenofobia e outros tipos de intolerância em nível nacional e internacional.

O banco de dados possui mais de 1500 documentos e contribuições de mais de 90 países. Ele contém textos que abordam os instrumentos utilizados regional e internacionalmente para tratar sobre o assunto, informações para chegar a possíveis soluções, algumas decisões tomadas pelo direito internacional e tribunais regionais e nacionais, documentos sobre medidas políticas adotadas em alguns casos e links para páginas da internet que sejam relevantes.

“Nossa nova base de dados vai incentivar não só a propagação de atitudes contra a discriminação, mas também vai capacitar todos os interessados nessa luta, incluindo governos, organizações da sociedade civil, universidades, meios de comunicação e cidadãos”, disse a chefe da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay.

O banco de dados foi desenvolvido pelo ACNUDH com o apoio financeiro da Alemanha e da Rússia. Para acessar, clique aqui.

Esta matéria foi originalmente publicada pela ONU Brasil

 
Matérias Relacionadas