Vulcão no Equador continua em atividade eruptiva nas Ilhas Galápagos

O magma percorreu cerca de 15 quilômetros desde o início da atividade vulcânica

Por Agência EFE

O vulcão Wolf continua sua atividade eruptiva, que começou na sexta-feira passada com fluxos de lava que estão a cinco quilômetros da costa, na direção da parte oriental da ilha Isabela, no arquipélago equatoriano de Galápagos.

A informação foi confirmada pelo ministro do Ambiente, Água e Transição Ecológica, Gustavo Manrique, que sobrevoou a ilha e verificou a evolução do vulcão em terra, segundo informes de seu gabinete na terça-feira.

“A direção que os fluxos de lava tomaram e o desenvolvimento geral da erupção nos permitem indicar que a população da iguana rosa permanece fora de perigo”, destacou Manrique.

O magma percorreu cerca de 15 quilômetros desde o início da atividade vulcânica e percorreu antigos campos de lava de erupções anteriores e vegetação da zona árida onde predominam palo santo, chala, romerillo e outras espécies de flora nativa e endêmica, indicou uma declaração do Meio Ambiente.

“Na zona de impacto da erupção há muito pouca fauna emblemática; no entanto, as espécies evoluíram com esses processos naturais que fazem parte da dinâmica normal dos ecossistemas de Galápagos”, destacou o ministro.

Em um vídeo divulgado pelo Ministério do Meio Ambiente, seu ministro insistiu que a iguana rosa que habita a ilha e é considerada uma espécie única no mundo, está longe do perigo representado pela erupção e que esses processos naturais deram origem às Ilhas Galápagos e continuarão ao longo do tempo.

Por sua vez, o diretor do Parque Nacional de Galápagos, Danny Rueda, lembrou que “as populações de iguanas, tartarugas e pássaros se encontram ao norte do vulcão, onde historicamente registra-se menor atividade vulcânica”.

O vulcão entrou em erupção na madrugada da sexta-feira passada quando, segundo o Instituto Geofísico, uma fissura a sul do vulcão surgiu, emanando o magma no mesmo sentido, para o interior da ilha.

O primeiro registro de uma erupção do vulcão foi em 1797.

O Lobo é o vulcão mais alto do arquipélago, com 1.707 metros acima do nível do mar e um dos cinco vulcões ativos que a Ilha Isabela possui, junto com Serra Negra, Cerro Azul, Alcedo e Darwin.

O arquipélago está localizado a cerca de mil quilômetros da costa continental equatoriana e foi declarado Patrimônio Natural pela UNESCO em 1978.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas