Vinho de Cobra: Chinesa é picada por serpente preservada por meses em álcool

Um cliente escolhe uma garrafa de vinho de cobra num restaurante em Hanói, Vietnã (Maxim Marmur/Getty Images)
Um cliente escolhe uma garrafa de vinho de cobra num restaurante em Hanói, Vietnã (Maxim Marmur/Getty Images)

Uma mulher no leste da China foi picada por uma cobra que saltou de uma garrafa de vinho depois de passar três meses engarrafada, segundo relatos.

A chinesa, de sobrenome Liu, teve de procurar tratamento médico após a cobra picar sua mão em Shuangcheng, província de Heilongjiang. Ela estava abrindo a garrafa de vinho para acrescentar mais álcool nela.

Ela comprou uma cobra para preservá-la numa garrafa de vinho para tratar seu reumatismo. Mas a cobra ainda estava viva, aparentemente, depois de passar cerca de três meses na garrafa de álcool, informou o Shanghaiist e o Global Times, uma mídia estatal porta-voz do regime chinês.

A Sra. Liu disse que consumia vinho de cobra regularmente para curar suas doenças. Ela foi enviada para o hospital, onde recebeu tratamento para a inflamação na mão.

Quatro anos atrás, um homem na província de Hubei foi picado dois meses depois de preparar uma bebida de cobra similar. O homem não ficou gravemente ferido. Em 2001, um homem de Região Autônoma de Guangxi Zhuang morreu após ser picado por uma cobra engarrafada.

Na China e em alguns países do Sudeste Asiático, o vinho de cobra é considerado como tendo propriedades curativas e revigorantes. O veneno de cobra é normalmente neutralizado pelo álcool, já que serpentes são frequentemente usadas. Algumas bebidas utilizam cavalos-marinhos ou lagartixas.

Esse tipo de bebida teria sido confeccionada pela primeira vez na Dinastia Zhou Ocidental, que durou de 1046 a.C. a 771 a.C.

Um chinês exibe uma garrafa de vinho de cobra (Arquivo Epoch Times)
Um chinês exibe uma garrafa de vinho de cobra (Arquivo Epoch Times)
Garrafas de vinho de cobra à venda numa fazenda de criação de cobras na vila de Zisiqiao, no leste da China (Peter Parks/AFP/Getty Images)
Garrafas de vinho de cobra à venda numa fazenda de criação de cobras na vila de Zisiqiao, no leste da China (Peter Parks/AFP/Getty Images)
 
Matérias Relacionadas