Um olhar na Torre Retorcida de Dubai

Torre Cayan, a mais alta torre torcida do mundo, localizada em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos (Karim Sahib/AFP/Getty Images)

Numa cidade famosa pelos edifícios que se assemelham a ilusões ópticas, a maior torre torcida do mundo tem conseguido se destacar.

A Torre Cayan, de 310 metros de altura e inaugurada oficialmente há duas semanas, torce-se no próprio eixo num ângulo impressionante de 90 graus.

“A visão de cada andar é diferente do andar seguinte”, disse um oficial ligado ao projeto. Ele foi projetado pela empresa Skidmore Owings and Merrill de Chicago, EUA, também responsável pela torre mais alta do mundo, o Burj Khalifa, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

A designer Ross Wimer disse que a Torre Cayan deveria ser considerada uma peça “extraordinariamente grande” de escultura, segundo o jornal The National. “Se você fizer um furo numa pilha de livros, colocar um eixo e girar cada livro levemente, você será capaz de criar a mesma forma espiral”, disse ela ao The National em 2011.

Servindo como um eixo central na construção, há um elevador que é o segundo mais rápido do mundo (atrás apenas do Burj Khalifa). O edifício de 75 andares é predominantemente residencial e 80% de suas unidades foram vendidas. Apartamentos de dois quartos no edifício foram vendidos por quase US$ 1 milhão. A cobertura única abrange os dois pisos superiores do edifício e possui uma piscina exterior e hidromassagem.

“Numa cidade como Dubai com desenvolvimento sofisticado de nível internacional, a Cayan quis desenvolver um projeto para preencher esse espaço e proporcionar um desenvolvimento notável do estilo de vida com essas características para o horizonte de Dubai”, disse Ahmed Alhatti, presidente da empreiteira Cayan, numa declaração na semana passada.

Numa conferência de imprensa na inauguração do prédio, Alhatti disse que os proprietários podiam se mudar imediatamente. No entanto, grande parte da área em torno do edifício continua sendo um canteiro de obras e não se sabe se alguém já se mudou para o edifício.

O edifício foi concebido em 2005 junto com muitos outros projetos, como outra torre que seria composta de seções rotatórias em constante movimento e um hotel subaquático acessível apenas por submarino.

O fato de a Cayan ter concluído a construção, apesar da enorme recessão em 2008, é um sinal de recuperação econômica dos Emirados Árabes, dizem especialistas.

Yasser Elsheshtawy, professor de arquitetura na Universidade dos Emirados Árabes Unidos, disse ao jornal The National: “Sem dúvida, é um sinal de que Dubai está se recuperando e superando algumas dificuldades da crise financeira.”

Torre Cayan, a mais alta torre torcida do mundo, localizada em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos (Imagem da internet)

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas