A Torre da Garça Amarela e a lenda da garça dançante

A Torre da Garça Amarela está situada na Montanha da Serpente (Sheshan), na margem do Rio Yangtzé, na cidade de Wuchang, China. De acordo com registros históricos, a Torre original foi construída pelo rei de Wu, em 223 d.C, durante o turbulento período dos Três Reinos (220-280). Serviu de local de encontro de intelectuais e poetas, principalmente durante a Dinastia Tang. Foi nela que famosas poesias chinesas foram escritas.

A Torre foi reconstruída diversas vezes devido a guerras que a danificaram durante as sucessivas dinastias. Em 1884, ao final da dinastia Qing (1644-1912), ela foi incendiada e reduzida a cinzas. A torre atual é totalmente nova e é o resultado de quatro anos de trabalho iniciado em 1981. No entanto, foi construída a 1 km de distância da original e não é igual à ela. Em 1957, o lugar original da Torre da Garça Amarela foi usada na construção de uma ponte sobre o rio Yangtzé.

De inigualável beleza conforme diz a história, a Torre original tinha três andares e cerca de 30 metros de altura. A Torre atual tem cinco andares e 52 metros de altura. Da Torre atual também é possível se ter uma incrível vista do Rio Yangtzé, o Rio Azul.

O Imortal Taoísta ascendendo ao Céu montado numa graça amarela.
O Imortal Taoísta ascendendo ao Céu montado numa graça amarela (Internet)

A Lenda

Em tempos antigos, havia um homem chamado Xin, que era proprietário de uma pequena taberna. Certo dia, um homem com roupas esfarrapadas apareceu em sua taberna e lhe pediu uma taça de vinho. O Sr. Xin não menosprezou o homem por causa de seu desleixo com a própria aparência e lhe serviu bom vinho sem se preocupar com o pagamento ou com quantidade consumida pelo homem. Durante meses, o homem foi à taberna todos os dias para pedir vinho ao Sr. Xin, que sempre o servia com cortesia e generosidade.

Certo dia, o homem disse ao Sr. Xin, “Devo-lhe muito dinheiro pelo vinho que bebi, mas não tenho dinheiro para lhe pagar”. Então, ele pegou um pedaço de casca de laranja e desenhou uma garça amarela na parede. Em seguida, ele disse ao Sr. Xin: “Apenas bata palmas quando os clientes estiverem aqui e a garça dançará”. Para mostrar que era verdade, o homem bateu palmas e começou a tocar com uma pequena flauta que carregava consigo, e assim, de fato, uma grande garça amarela saiu da parede e começou a dançar seguindo o ritmo da música.

Em pouco tempo, a taberna do Sr. Xin se tornou famosa devido à garça amarela. Todos os dias surgiam novos clientes que vinham testemunhar o fenômeno. E assim, o Sr. Xin fez grande fortuna em poucos anos. O misterioso homem desapareceu por um bom tempo.

Um belo dia, o homem voltou. O Sr. Xin agradeceu-lhe e se ofereceu para sustentá-lo pelo resto da vida. O homem sorriu e disse, “Não foi por isso que eu vim aqui hoje”. Então, ele pegou sua flauta e começou a tocar uma bela melodia. A garça amarela saiu da parede e o céu se encheu de nuvens. Em seguida, o homem montou sobre a garça e voou para além das nuvens em direção ao Céu.

O Sr. Xin estava extremamente grato ao homem. Ele tinha certeza de que o homem era um imortal taoísta. Em gratidão, o Sr. Xin construiu uma torre no local onde o homem e a garça ascenderam ao Céu. Essa é origem da Torre da Garça Amarela segundo a lenda.

A torre é também um lugar sagrado para o Taoísmo, porque, segundo consta, Lu Dongbin, um dos oito imortais Taoístas, no século VII, ascendeu ao Céu também desse local.

Poema sobre a Torre da Garça Amarela.
Poema sobre a Torre da Garça Amarela (Internet)

Cui Hao, famoso poeta chinês durante a dinastia Tang (618-907), tornou a Torre ainda mais conhecida com seu poema “A Torre da Garça Amarela”. Uma possível tradução para o poema é:

Há muito tempo, alguém se foi montado numa garça amarela, tudo o que restou disso é a Torre da Garça Amarela.
A garça amarela partiu para nunca mais retornar; por milhares de anos as nuvens vagarão despreocupadamente.
O rio de águas cristalinas reflete cada uma das árvores de Hanyang(1); as ervas aromáticas crescem exuberantemente na Ilha do Papagaio(2).
No pôr do sol, que direção levará à minha cidade natal? Não se pode deixar de sentir a sensação de melancolia quando rio está enevoado.

A Torre da Garça Amarela é símbolo da cidade de Wuhan. É um dos locais mais visitados da China. É certamente um dos lugares do mundo que merece ser conhecido.

Notas:
(1) Hanyang era um dos três vilarejos que formaram a cidade de Wuhan.
(2) Ilha do papagaio era uma ilha de areia que existia no meio do rio, mas que já não existe.

 
Matérias Relacionadas