Tóquio registra seu maior aumento em infecções por covid-19 desde maio, 16 dias antes dos Jogos Olímpicos

Por Agência EFE

Tóquio registrou 920 novos casos de covid-19 nesta quarta-feira, o maior número diário desde meados de maio e com 16 dias restantes até a abertura dos Jogos Olímpicos , o que levaria a repensar os números de audiência anunciados.

É o maior número desde 13 de maio, quando a cidade registrou 1.010 infecções, em estado de emergência.

O número médio de casos diários durante a última semana na capital japonesa ultrapassou o pior nível na escala de quatro graus estabelecida pelo governo central para avaliar a gravidade da propagação do vírus, segundo autoridades locais.

A retomada dos casos nos últimos dias, tanto na metrópole quanto em outras áreas do país, tem levado o Executivo a avaliar a manutenção por mais tempo das restrições que afetam a capital e outras das cidades mais populosas do Japão, que estava inicialmente programados para relaxarem na próxima segunda-feira.

A prorrogação da validade dessas medidas significaria que elas continuarão em vigor durante a celebração dos Jogos Olímpicos.

As restrições afetam principalmente o horário de expediente, a venda de bebidas alcoólicas e a lotação em eventos, mas não o deslocamento da população, que nunca experimentou confinamento no Japão em decorrência da pandemia.

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, deve tomar uma decisão sobre o assunto amanhã, quinta-feira.

A disseminação da doença, que os especialistas atribuem à disseminação de variantes mais contagiosas, como alfa ou delta, alimentou o ceticismo sobre a realização dos Jogos de Tóquio 2020 na presença do público, temendo que se tornem um foco de infecção ou origem de novas cepas.

Os organizadores do evento, que tem início marcado para 23 de julho, nunca descartaram a realização de competições a portas fechadas por conta da situação epidêmica, no entanto, anunciaram recentemente que planejam permitir a entrada de até 10.000 espectadores ou metade da capacidade das instalações.

As autoridades agora estão considerando reduzir o número para 5.000 e realizar testes que começam depois das 21h, incluindo cerimônias de abertura e encerramento, a portas fechadas, segundo vazamentos da agência de notícias local Kyodo.

Os organizadores devem realizar uma reunião esta semana para discutir o assunto.

Entre para nosso canal do Telegram.

Siga o Epoch Times no Gab.

 
Matérias Relacionadas