Sun Quan, um eficaz caçador de talentos

Sun Quan, um eficaz caçador de talentos (Blue Hsiao/The Epoch Times)

Sun Quan foi o fundador do Reino de Wu Oriental durante o período dos Três Reinos (Cao-Wei, Shu-Han e Wu Oriental) da história chinesa, quando senhores da guerra estiveram em batalhas constantes entre si nos anos finais da Dinastia Han Oriental. Com 18 anos, Sun Quan herdou o território de seu irmão, após o falecimento de seu pai e o assassinato de seu irmão. A sabedoria de promover e empregar pessoas de talento permitiu que Sun Quan sobrevivesse inúmeras crises e assim se estabelecesse firmemente no caótico período dos Três Reinos.

Ele sabia promover pessoas discretas e capazes para posições-chave, mas seu grande desafio era convencer os generais seniores de que pessoas novas eram capazes de assumir grandes responsabilidades. Há uma história que ilustra como Sun Quan convenceu seus generais. Ele deu um banquete com um general recém-promovido que tinha um histórico familiar humilde e mais dois generais seniores que haviam sido nomeados assistentes deste novo general. Durante o banquete, Sun Quan pediu ao novo general que tirasse o manto e revelasse o grande número de cicatrizes por todo seu corpo.

Em seguida, ele perguntou ao novo general em que batalha ele ganhou cada cicatriz e as respostas do general sobre essas batalhas impressionaram a todos os presentes. Sun Quan afirmou o quão grato estava com o general por estar lutando por ele. Então, ele disse que esta foi a razão pela qual o designou como general e lhe confiou tarefas importantes. Assim, os dois generais seniores foram convencidos de que ele merecia o posto.

Como esperado, o novo general não decepcionou Sun Quan. Quando Cao Cao liderou 400 mil guerreiros para atacar sua região, o novo general protegeu-a bem e Cao Cao teve de recuar.

Um verso famoso de Sun Quan diz, “Valorize os méritos de uma pessoa e ignore suas falhas”, e tal atitude fez de Wu Oriental um Estado forte e próspero e com políticas eficazes. Jovens talentos como Zhou Yu, Lu Meng e Lu Xun foram confiados com poder na hora certa e tratados com grande respeito. Na batalha dos Penhascos Vermelhos, Zhou Yu formou uma aliança com Liu Bei, que posteriormente fundou o Reino de Shu-Han, para conseguir derrotar as tropas mais fortes lideradas por Cao Cao e, como resultado, consolidaram a fundação do Reino de Wu Oriental. Lu Meng não só se distinguiu várias vezes em batalhas, mas também colaborou com Lu Xun para derrotar Guan Yu, um dos generais mais famosos do Reino de Shu-Han, e expandir o território de Wu Oriental. Quanto a Lu Xun, ele obteve uma vitória esmagadora sobre as tropas de Shu-Han na batalha de Yiling e derrotou o exército de Cao-Wei muitas vezes, tornando-se uma figura central em Wu Oriental.

No entanto, nos últimos vinte anos de seu reinado, que havia se tornado relativamente estável, a atitude de Sun Quan em relação a seus subordinados mudou drasticamente. Ele tornou-se ciumento e adotou até mesmo rigorosas medidas de vigilância para controlar seu povo ou executá-los arbitrariamente. Além disso, ele aumentou os impostos repetidas vezes, provocando inúmeras revoltas civis. Estas pequenas manifestações, embora rapidamente reprimidas, demonstravam que o reinado de Sun Quan não era mais popular como antes.

Assim, o reinado de Sun Quan pode ser dividido em duas fases distintas pela forma como ele tratou seu povo. Na primeira fase de 30 anos, Sun Quan enfrentou situações desafiadoras, interna e externamente, e fez grande esforço para incentivar e promover talentos. Na segunda etapa de 20 anos, ele reinou num ambiente relativamente estável e incidiu no erro de muitos governantes – a arrogância.

Para conhecer outras figuras históricas da antiga China, clique aqui.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas