Rodrigo Maia critica ideia de moeda única com Argentina apresentada por Bolsonaro

Ideia estaria sendo discutida pelos governos do Brasil e da Argentina há pelo menos dois meses

Por Diário do Poder

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou nesta quinta-feira (6), a ideia apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro Paulo Guedes de uma moeda única entre Brasil e Argentina. A sugestão foi feita a empresários argentinos e brasileiros.

Em Buenos Aires, Bolsonaro chegou a dizer que o “peso real”, como vem sendo chamada a moeda, seria um primeiro passo para a construção de um “sonho de ter uma moeda única no Mercosul”. Ele citou a experiência do euro, moeda usada em parte dos países da União Europeia, e disse que apoiava a ideia, de autoria de Paulo Guedes.

No entanto, Maia questiona se a medida não desvalorizaria o real e traria a inflação de volta ao Brasil.

“Será? Dólar valendo R$ 6,00? Inflação voltando? Espero que não”, disse o deputado em sua conta no Twitter.

O peso argentino tem sofrido forte desvalorização frente ao dólar nos últimos meses, diante da crise econômica que se abateu no país. A cotação atual é de US$ 1 para cada 45 pesos. A inflação disparou e a previsão é que chegue a 40% este ano na Argentina.

A ideia do “peso real” estaria sendo discutida pelos governos do Brasil e da Argentina há pelo menos dois meses e tem gerado forte entusiasmo na Casa Rosada.

 
Matérias Relacionadas