Rio Yangtzé experimenta inundações severas após exceder níveis de alerta em 5 estações

Por Winnie Han

Devido às fortes chuvas nos últimos dias, as enchentes do rio Yangtze , que flui do oeste para o leste da China, ultrapassaram os níveis de alerta em 22 de maio em cinco das principais estações de monitoramento, informou a agência de notícias estatal Xinhua.

As estações de controle estão localizadas principalmente na seção média e inferior do rio Xiang, perto do lago Dongting, na província de Hunan, e na seção do rio Xin, perto do lago Poyang, na província de Jiangxi.

De acordo com dados de controle hidrológico divulgados pela Comissão de Água de Changjiang do Ministério de Recursos Hídricos da China, às 14h do dia 22 de maio, os níveis de água nas estações de controle de Qilishan, província de Hunan; em Hankou, província de Hubei; em Hukou, na província de Jiangxi e em Datong, na província de Anhui, foram 30,42 metros, 23,69 metros, 16,88 metros e 11,50 metros, respectivamente, entre os quais a estação Qilishan registrou seu segundo nível mais alto nos últimos 30 anos.

Previsões oficiais alertam que o rio Wu – um importante afluente do Alto Yangtze na província de Guizhou – junto com os trechos médio e baixo do Yangtze receberá mais chuvas fortes até 28 de maio e o nível da água deverá subir entre 1 e 1,8 metros .

Um residente senta-se no Parque Jiangtan inundado ao longo do rio Yangtze em Wuhan, China, em 10 de julho de 2020 (Getty Images)

Com a chegada da estação das cheias, as áreas submersas do Lago Poyang ultrapassaram os 3.000 quilômetros quadrados pela primeira vez neste ano, atingindo 3.450 quilômetros quadrados em 22 de maio, um mês antes em relação ao ano passado, quando também bateu o recorde.

Na temporada de enchentes do ano passado, a bacia do rio Yangtze experimentou sua terceira maior enchente desde que o Partido Comunista Chinês (PCC) chegou ao poder em 1949. Em 26 de junho de 2020, o Lago Poyang ultrapassou 3.000 quilômetros quadrados pela primeira vez. Os níveis de água nos trechos médio e inferior do curso principal do Yangtze também excederam os níveis de alerta, levando aos maiores fluxos no Reservatório das Três Gargantas desde sua conclusão em 2006.

O Templo Guanyinge, construído em uma rocha 700 anos atrás, é visto inundado após a nascente do rio Yangtze em Ezhou, China, em 19 de julho de 2020 (STR / AFP via Getty Images)

Espera- se que a bacia do rio Yangtze experimente outra difícil temporada de inundações este ano, com grande possibilidade de inundações regionais, mas também uma rápida mudança das condições de inundação para seca devido à distribuição espacial e temporal desigual das chuvas na vasta área da bacia.

O ano de 2021 marca o centenário da fundação do PCC, e as obras de controle de enchentes e secas do Rio Yangtze são de grande importância, disse Wang Zhonglin , Comandante Geral da Sede de Controle e Socorro de Inundações e Secas do Rio Yangtze e Governador em exercício da Província de Hubei em uma conferência sobre obras de controle de enchentes e secas, em 18 de maio.

O rio Yangtze é o maior rio da China e da Ásia e o terceiro maior do mundo. Seu comprimento total é de 6.363 quilômetros. O rio flui por 11 províncias, áreas e municípios, incluindo Qinghai, Sichuan, Tibete, Yunnan, cidade de Chongqing, Hubei, Hunan, Jiangxi, Anhui, Jiangsu e a cidade de Xangai antes de finalmente entrar no Mar da China Oriental.

Entre para nosso canal do Telegram.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas