Presidente de Taiwan alerta sobre guerra psicológica do regime chinês

Por Jennifer Hsi

A presidente de Taiwan avisou que o regime chinês lançou uma campanha de guerra psicológica contra a ilha independente na noite de 15 de abril.

A presidente, Tsai Ing-wen, esclareceu em mensagem no Facebook que a guerra psicológica que o regime chinês lançou contra Taiwan tem mais formas que são mais difíceis de reconhecer e que visam tentar destruir a sociedade taiwanesa e, em última instância, destruir a democracia e a liberdade na ilha.

A última campanha da guerra psicológica do Partido Comunista Chinês foi a criação e disseminação de um documento falso que se dizia ter sido publicado pelo gabinete da presidente de Taiwan. A informação foi projetada para causar divisão na sociedade taiwanesa e colocar as pessoas contra a liderança de Taiwan.

Documento falso

O documento afirmava que o governo taiwanês planejava importar água da usina nuclear japonesa Fukushima Daiichi para Taiwan para processamento e descarte.

A água da usina nuclear contém material radioativo que pode deixar as pessoas doentes, e muitos taiwaneses se oporiam veementemente ao seu descarte em Taiwan.

Na verdade, o governo taiwanês proibiu a importação de alimentos do condado de Fukushima e dos quatro condados japoneses vizinhos em 25 de março de 2011, após o acidente nuclear de 11 de março causado por um tsunami. A proibição de importação continua em vigor.

À primeira vista, o documento usava o formato oficial da presidência, e o conteúdo estava no tom oficial do governo.

Tsai apontou três falhas óbvias que podem verificar se o documento é falso e provavelmente foi redigido pelo regime chinês.

昨晚 我 接待 美國 訪 團 後, 深夜 在 Twitter 上 , 出現 一張 簡體字 帳號 帳號 流傳 的 假 公文.

Postado por蔡英文 Tsai Ing-wen na quinta –  feira, 15 de abril de 2021

O documento circulou no Twitter em 15 de abril, mas a data de emissão do documento é 16 de abril, disse Tsai.

O documento diz que a decisão foi tomada em uma reunião de gabinete. Tsai observou que Taiwan não tem reuniões de gabinete.

Além disso, o documento usou uma palavra em caracteres chineses simplificados, enquanto Taiwan usa caracteres chineses tradicionais.

Tsai concluiu que este é um exemplo típico de guerra psicológica.

Ele então explicou que, de acordo com o Instituto de Pesquisa de Segurança e Defesa Nacional de Taiwan, guerra psicológica se refere a uma tentativa de influenciar o pensamento e as ações do oponente por meio da disseminação de informações.

Exemplos de guerra psicológica podem incluir ameaças e intimidação por aeronaves militares, tentativas de exercer pressão psicológica, a produção e disseminação de informações falsas e tentativas de perturbar e dividir a sociedade.

Tsai disse que havia discutido uma guerra psicológica com a delegação dos EUA que visitou Taiwan de 14 a 16 de abril.

O ex-senador dos EUA Chis Dodd e a presidente de Taiwan Tsai Ing-wen no gabinete presidencial em Taipei, Taiwan, em 15 de abril de 2021 (Gabinete presidencial de Taiwan)

Delegação dos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, enviou uma delegação de alto nível a Taiwan, liderada pelo ex-senador Christopher Dodd (D-Conn.) e cujos membros principais foram os ex-subsecretários de Estado Richard Armitage e James Steinberg.

A delegação chegou a Taiwan no mesmo dia em que John Kerry, o enviado presidencial especial dos Estados Unidos para o clima, chegou a Xangai, na China, para discutir o clima com seu homólogo chinês, Xie Zhenhua.

Em Taiwan, Tsai ofereceu um banquete para a delegação dos EUA no gabinete presidencial em 15 de abril.

Durante o banquete, os dois lados trocaram opiniões sobre questões regionais, a pandemia global, cooperação econômica e comercial e desenvolvimentos políticos e econômicos domésticos nos Estados Unidos e em Taiwan.

Entre para nosso grupo do Telegram.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas