Polícia do Reino Unido prende 33 homens por abuso sexual infantil

Eles foram presos depois que uma mulher alegou ter sido abusada sexualmente quando criança entre 2002 e 2005, em Halifax, na região de West Yorkshire

Por Jane Gray

LONDRES – A polícia britânica prendeu 33 homens como parte de uma investigação sobre alegações de abuso sexual infantil envolvendo uma mulher, disse uma força policial no norte da Inglaterra em 4 de fevereiro.

Os homens foram presos depois que uma mulher alegou ter sido abusada sexualmente quando criança entre 2002 e 2005, em Halifax, na região de West Yorkshire, informou a polícia local.

Todos os homens foram entrevistados e libertados sob investigação, de acordo com a polícia de West Yorkshire.

“Proteger e salvaguardar as crianças é uma prioridade … essa operação faz parte do compromisso contínuo da polícia de West Yorkshire em investigar crimes sexuais atuais e antigos contra crianças”, disse a detetive Laura Nield.

“Combater o abuso infantil não é algo que a polícia possa fazer sozinha e continuamos a trabalhar em estreita colaboração com autoridades locais, instituições de caridade e outras organizações para apoiar as vítimas e levar os infratores à justiça”, disse ela em um comunicado.

No mês passado, a polícia de West Yorkshire prendeu 55 homens em uma investigação separada sobre alegações de abuso sexual infantil envolvendo sete mulheres na região.

Todos os homens foram entrevistados e libertados sob investigação, de acordo com detetives em West Yorkshire.

As alegações foram feitas por sete mulheres em conexão com abuso sexual contra elas quando crianças entre 2002 e 2009. Os homens são de Dewsbury, Batley e Bradford.

Investigadores alertaram em 2017 que a exploração infantil ainda está em operação em todo o país.

“Eu acho que há uma grande probabilidade de que isso esteja acontecendo em todas as cidades do país”, disse o chefe de polícia Steve Ashman, da polícia de Northumbria, ao The Independent.

Em agosto passado, 30 homens e uma mulher foram acusados de exploração sexual em Huddersfield, West Yorkshire. Os suspeitos foram acusados de abusar de cinco meninas menores de 18 anos durante um período de sete anos, entre 2005 e 2012. As acusações incluíram estupro, tráfico e exploração sexual. As supostas vítimas tinham entre 12 e 18 anos.

Em março de 2018, sete homens foram condenados por abusar de jovens em Oxford. A gangue frequentemente abusava de garotas entre 13 e 15 anos, segundo a corte.

Várias gangues de aliciamento foram expostas no Reino Unido nos últimos anos. Um dos casos mais proeminentes foi em Rotherham.

Uma investigação de 2014 descobriu que havia 1.400 vítimas de abuso sexual na cidade entre 1997 e 2013.

Repórteres da Reuters e do Epoch Times John Smithies e Simon Veazey contribuíram com este artigo.

 
Matérias Relacionadas