Pesquisadores desenvolvem tecnologia para ajudar ciclistas

Muitas cidades foram construídas e cresceram tendo o veículo motorizado como principal modelo de transporte. Com o aumento do trânsito e poluição, a bicicleta foi redescoberta como solução para a mobilidade urbana. Mas não é todo mundo que consegue encarar subidas íngremes e longas distâncias.

Para incentivar o uso da bicicleta, pesquisadores desenvolveram uma tecnologia que ajuda o ciclista. A Roda de Copenhague (Copenhaguen Wheel)  é uma roda traseira  que mede o esforço do ciclista e o impulsiona quando está cansado. Ela possui um motor alimentado por bateria interna, que é controlado por sensores nos pedais e aplicativo de smartphone que analisa cada pedalada, oferecendo impulso quando necessário.

O objetivo é fazer com que o ciclista não sinta diferença entre pedalar em terrenos planos e íngremes. A bateria não precisa ser carregada, pois capta energia durante as descidas e frenagem.

Dispositivo calcula esforço do ciclista a cada pedalada (divulgação)
Dispositivo calcula esforço do ciclista a cada pedalada (divulgação)

O projeto foi iniciado pelo MIT SENSEable City Lab, grupo de pesquisa do Instituto de Tecnologia de Massachussets, que desenvolve soluções tecnológicas para a cidade. Agora, está sendo desenvolvido pela Superpesdestrian, statup de Boston especializada em mobilidade urbana.

Esse conteúdo foi originalmente publicado no site Catraca Livre

 
Matérias Relacionadas