Oposição venezuelana denuncia ‘buracos de bala’ em carro de Guaidó

Por Agência EFE

A oposição venezuelana liderada por Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela por mais de 50 países, denunciou nesta quinta-feira danos ao veículo em que o dirigente está mobilizado em consequência dos “impactos de balas” sofridos, segundo ele, durante o passeios que faz por todo o território nacional, embora não tenha detalhado quando ocorreram.

“São buracos de bala nas janelas do carro em suas visitas e passeios pela Venezuela”, disse o oponente Freddy Guevara em sua conta no Twitter após postar imagens do veículo em que Guaidó foi mobilizado, e esclareceu que o “ataque armado”  não aconteceu hoje.

Em outra mensagem, acrescentou que esses são “os riscos de se enfrentar uma ditadura”.

Por enquanto, Guaidó não se pronunciou sobre o assunto.

A oposição venezuelana denunciou repetidas vezes que são vítimas de ataques, maus-tratos, perseguições e prisões e responsabiliza Nicolás Maduro por isso .

Em abril do ano passado, a oposição venezuelana enviou um relatório urgente à Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, denunciando a perseguição por funcionários da segurança do Estado a integrantes da equipe de Guaidó.

O relatório denuncia também a perseguição de familiares de opositores, dissidentes, defensores e ativistas dos direitos humanos, bem como a jornalistas de meios de comunicação independentes que realizam seu trabalho de informação no país.

Na carta, foi dada ênfase especial às “detenções arbitrárias, assédio e outros tratamentos degradantes contra namoradas ou esposas” de integrantes da equipe de Guaidó e a prática “de deter, espancar e ameaçar sexualmente mulheres para obter informações”.

Entre para nosso canal do Telegram.

Veja também:

 

 
Matérias Relacionadas