Os óleos cítricos inspiram alegria, harmonia e vitalidade

Raspe ou remova a casca de uma laranja ou de um limão e cheire. Esse é o cheiro dos óleos cítricos.

As cítricas são frutas brilhantes e coloridas que crescem em áreas com exposição solar abundante. Destile estas plantas até obter o óleo essencial, e sua natureza ensolarada fica evidente. Estes aromas são, ao mesmo tempo, calmantes e revigorantes, e são usados em aromaterapia para acalmar tensões nervosas e alegrar quem está de mau humor.

Como usar

Os óleos cítricos são mais do que cheiros agradáveis. Eles estão entre os óleos essenciais mais úteis. Apenas algumas gotas de óleo de limão ou laranja irão aumentar o poder dos produtos de limpeza. Eles desinfetam superfícies, purificam o ar e liberam uma alegre fragrância.

Os óleos essenciais podem influenciar a nossa fisiologia somente através do odor. Contudo, a maior parte dos óleos cítricos também pode ser usada internamente. Para um uso interno seguro, compre óleos orgânicos (os pesticidas concentram-se justamente na parte onde os óleos são produzidos), adicione à comida ou à bebida e mantenha sempre uma pequena dose. Uma ou duas gotas de óleo de tangerina em uma garrafa de água fresca pode ser um luxuoso mimo ou um medicamento suave.

Leia também:
Conheça excelentes terapias alternativas para cuidar da sua saúde
Saiba o que evitar para melhorar sua noite de sono
Como fazer suas crianças terem uma alimentação nutritiva

Os óleos cítricos são usados em sabonetes e tônicos de pele, e são adstringentes. Porém, às vezes, a sua influência ensolarada pode ser muito forte. A aplicação tópica de alguns óleos cítricos pode aumentar significativamente a foto-sensibilidade, deixando a pele mais vulnerável a estragos, devido à exposição solar. Quando aplicar óleos cítricos em alguma região do corpo, dilua em um óleo base, e certifique-se de manter a região coberta quando sair na rua.

Laranja

Laranjeira (Shutterstock)
Laranjeira (Shutterstock)

Os humanos cultivam frutas cítricas há pelo menos 4 mil anos. Muitos frutos dos quais desfrutamos hoje são resultado de um cuidadoso processo de cultivo ou até de acidentes felizes. Nossos antepassados selecionavam os híbridos para alimentação, medicina e aroma.

A cultura de cruzamentos de frutas cítricas criou muitos tipos de laranjas: algumas ácidas, outras amargas.

Os óleos essenciais de boa qualidade irão identificar suas variedades botânicas no rótulo. Porém, se na embalagem estiver escrito apenas “laranja”, é mais provável que se refira à variante doce.

Algumas laranjas doces encorajam o apetite, beneficiam a digestão e animam o espírito. A sua natureza gentil é apelativa para as crianças, o que faz delas um excelente remédio para crianças rabugentas. Pode ser também eficaz para adoçar o humor de adultos maldispostos.

O óleo de laranja pode ser adicionado a produtos de limpeza, ou deliberadamente borrifado em qualquer área que sofra de mau odor.

Limão

Limoeiro (Shutterstock)
Limoeiro (Shutterstock)

Muitas ervas ácidas aspiram as virtudes do limão (como por exemplo o capim-limão, verbena-limão e balsamo-limão). Esta fruta que nos faz enrugar o rosto possui uma reputação antiga como purificadora e desintoxicante.

Todos os óleos cítricos beneficiam o fígado e a vesícula, mas a qualidade ácida do limão possui a maior influência sobre estes órgãos. O óleo de limão possui um aroma revigorante, que alivia a fadiga e a preguiça, que são os maiores problemas da estagnação do fígado. O limão também ajuda a aguçar a memória, a resolver problemas respiratórios, a lutar contra infecções, a suavizar uma enxaqueca e a repelir insetos.

O óleo essencial de limão é antibacteriano, antiviral e antisséptico. É adequado para limpar móveis e desinfetar tábuas de corte. Tal como outros óleos cítricos, o óleo de limão é muito bom para remover gordura e adesivos fortemente colados. Contudo, certifique-se do tipo de superfície que quer limpar, pois os óleos cítricos podem danificar alguns plásticos e acabamentos.

Neroli

Flores de néroli (Shutterstock)
Flores de neroli (Shutterstock)

A laranja Neroli recebeu o seu nome de uma princesa italiana. A menção específica do óleo essencial de neroli refere-se primeiramente à flor, mas a mesma árvore é também fonte de óleos essenciais da folha (usada para fazer óleo de petigrain) e da parte branca (óleo de laranja amarga).

As cascas de frutas cítricas são abundantes em óleos, o que os tornam razoavelmente baratos se comparadas com outros óleos essenciais. O óleo de neroli é caro e é quase sempre vendido junto com um óleo base, tal como jojoba.

O neroli possui um aroma floral bem forte, similar ao jasmim, só que mais doce e rosado. Falta-lhe o cheiro forte dos óleos derivados de cascas, mas ainda retém a característica ensolarada dos cítricos. É frequentemente usado em perfumes e cosméticos, e é supostamente um dos sete óleos secretos da bem guardada receita da Coca-Cola.

As flores de neroli são tradicionalmente incluídas em bouquets de casamento. Servem como símbolo de pureza, e o aroma tem o poder de acalmar o nervosismo da noiva. Em aromaterapia, o neroli pode ser usado para acalmar a mente, e é um excelente remédio para a ansiedade. O relaxante neroli pode aliviar dor de cabeça, a síndrome de intestino irritável, a insônia e outras condições desencadeadas por tensão nervosa.

Toranja

Toranja
Toranja

A toranja (grapefruit) é uma invenção relativamente recente no cultivo de cítricos. Criada em Barbardos, em 1700, a toranja é a combinação entre pomelo de casca grossa (um dos quatro cítricos originais) e a laranja doce da Jamaica. O seu nome (grapefruit: “fruta-uva”) não deriva de seu sabor, mas sim do formato de cachos que seus frutos adotam em cima da árvore.

O óleo de toranja possui um aroma energizante, uma refrescante mistura de doce, ácido e amargo. Tal como outros óleos cítricos, a toranja beneficia a digestão, alivia a ansiedade e purifica o ar. A toranja é particularmente indicada para aliviar a tensão e mudanças de humor causadas por desequilíbrios hormonais, tais como a síndrome pré-menstrual e a menopausa.

O óleo  essencial de toranja estimula o sistema linfático e pode ajudar aliviar a retenção de água e a celulite. No entanto, certifique-se de não confundir com o extrato de semente de toranja, que é um antiviral e antifúngico muito amargo.

Estudos demonstraram que o sumo de toranja contém químicos que podem interferir significativamente com a função de mais de 85 drogas farmacêuticas. O óleo essencial não possui estes compostos problemáticos, contudo peritos sugerem cautela, pois a interação entre óleos cítricos e drogas ainda não foi estudada em profundidade.

Tangerina

Tangerinas (Shutterstock)
Tangerinas (Shutterstock)

Em geral, quanto mais doce o cítrico, mais gentil o aroma. Isto faz da tangerina (o que inclui mixiricas e outras pequenas laranjas cítricas) um remédio ideal para crianças, grávidas e idosos.

O sabor doce da tangerina abre o apetite e reduz gases e inchaços. Alguns aplicam-na sobre a pele para prevenir estrias. A tangerina tem um efeito calmante, tal como outros cítricos, e pode ser usada para aliviar angústia, raiva e traumas.

Bergamota

Bergamota (Shutterstock)
Bergamota (Shutterstock)

A bergamota pode ter diversas cores, como verde-limão ou amarelo pálido. Esta favorita da medicina popular italiana é também conhecida por ser o sabor de assinatura do chá Earl Grey. Não possui relação nenhuma com a flor de bergamota  (também conhecida como monarda ou bálsamo de abelha), que possui óleos essenciais semelhantes ao orégano.

Ao contrário de outros citrinos, a bergamota é cultivada primariamente devido à riqueza do óleo de seu mesocarpo (parte branca abaixo da casca)  e não à fruta em si. O sumo de bergamota é amargo e ácido, mas o óleo essencial possui um aroma único, que tem presença cativa na perfumaria dos últimos séculos. A bergamota é um dos ingredientes da Eau de Cologne original.

A bergamota tem um aroma limpo, verde e apimentado, que o torna calmante e rejuvenescedor. É usado para sair da depressão, inspirar confiança e restaurar o equilíbrio hormonal.

A bergamota é um antibactericida e antiviral. Tem sido usada para tratar herpes e herpes zóster, e é frequentemente adicionada à água do banho para tratar infecções urinárias e cistite.

Usado sobre a pele, o óleo de bergamota pode tratar acne, eczema, cicatrizes e vitiligo, mas seja prudente quanto à sensitividade solar. A bergamota já foi usada em loções solares, pois faz a pele bronzear mais rapidamente. Contudo, devido ao alto risco de queimadura, esta aplicação foi desaconselhada. A bergamota contém um químico chamado bergapteno, que aumenta a sensibilidade à luz. Alguns óleos são fabricados livres de “bergapteno” para diminuir o risco de lesão solar.

Fatos curiosos sobre os cítricos

O limão, a lima e a bergamota possuem sua origem no citron, um antigo fruto com longos tentáculos. O citron ainda cresce pela Ásia e é utilizado como oferenda budista, pois a sua forma lembra duas mãos em forma de prece.

Já a fruta citrus é considerada um tipo de baga chamada hesperidio. O nome vem de uma antiga lenda grega de Hércules, que roubou maçãs douradas das Hespérides, um grupo de ninfas nascidas de Atlas.

 
Matérias Relacionadas