Publicado em - Atualizado em 08/11/2013 às 12:48

Médicos chineses recebem treinamento em artes marciais para se defender de pacientes

Vários médicos e funcionários hospitalares participaram de uma sessão de treinamento de defesa pessoal no Hospital Zhongshan de Shanghai em 5 de novembro. Dois hospitais de Shanghai promoveram sessões de defesa pessoal em resposta a incidentes de violência envolvendo pacientes (Weibo.com)

Vários médicos e funcionários hospitalares participaram de uma sessão de treinamento de defesa pessoal no Hospital Zhongshan de Shanghai em 5 de novembro. Dois hospitais de Shanghai promoveram sessões de defesa pessoal em resposta a incidentes de violência envolvendo pacientes (Weibo.com)

Quando um paciente esfaqueou três médicos e matou um num hospital na província de Zhejiang em 25 de outubro, a relação tensa entre médicos e pacientes na China recebeu atenção nacional. Em resposta à violência de pacientes, alguns hospitais na China têm reforçado a segurança. Hospitais em Shanghai seguiram um caminho diferente: convidaram um mestre de Taekwondo para oferecer sessões de treinamento de defesa pessoal para sua equipe médica.

Um curso de treinamento chamado “Consciência e habilidade de defesa pessoal” foi organizado pelo Hospital Zhongshan em Shanghai em 5 de novembro. O instrutor era faixa preta de Taekwondo e membro da Federação Mundial de Taekwondo; médicos, enfermeiros e outros funcionários do hospital compareceram em grande número, informou a imprensa chinesa.

O Hospital Huashan, também em Shanghai, organizou seu próprio curso no mesmo dia: o especialista em defesa pessoal da Secretaria de Segurança Pública local, Ni Jun, foi convidado para fazer demonstrações.

Solução?

A notícia despertou discussão acalorada na internet, com muitos observadores argumentando que o treinamento de defesa pessoal simplesmente “intensificaria o antagonismo”. Outros julgaram ridículo. “Isto é a piada mais engraçada do mundo. Médicos e pacientes estão em estado de hostilidade agora!”, escreveu um internauta num comentário que recebeu 7 mil polegares para cima em sinal de acordo.

As atitudes frias e distantes dos médicos são parte da causa do problema, escreveram alguns comentaristas. “Treinamento em artes marciais? Parece que o hospital não tem ideia do próprio problema”, escreveu o internauta Dida Bijiben. “Há tantos médicos com péssima atitude e que não se preocupam com os pacientes. Eles tratam os pacientes como animais. Essa é a razão fundamental da vingança do paciente. Eles devem refletir sobre si mesmos.”

Problemas do sistema

Liu Guoen, um economista e comentarista chinês, referiu-se ao sistema de assistência médica na China como culpado, numa entrevista à emissora estatal China Central de Televisão (CCTV). “O sistema social, incluindo o sistema de assistência médica, não melhora com o desenvolvimento econômico”, disse Liu. “Os hospitais chineses carecem de cuidados e serviços de conforto para os pacientes.”

Queixas de tratamentos médicos caros em hospitais chineses e casos de extorsão também são sérios na China. Os médicos também são conhecidos por impingir medicamentos caros aos pacientes, porque recebem propina, disse a reportagem da CCTV.

Seis casos de pacientes que atacaram médicos ocorreram num período de 10 dias em outubro na China, segundo a Associação Médica Chinesa, contribuindo fortemente para a impressão de que pacientes e médicos estão um na garganta do outro.

A Associação Hospitalar da China realizou uma pesquisa no início deste ano sobre a violência contra médicos em 2012, informou a mídia estatal Xinhua. Dos 316 hospitais avaliados em 30 províncias da China, constatou-se que cada hospital teve em média 27 ataques violentos de pacientes a médicos em 2012, sete a mais do que em 2008.

Todo conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada. Para reproduzir a matéria, é necessário apenas dar crédito ao Epoch Times em Português e para o repórter da matéria.
Leia a diferença. Epoch Times Todos os direitos reservados © 2000-2016