Médica levanta preocupação com ensaios humanos canadenses da vacina contra vírus desenvolvida em parceria com militares chineses

Por Lee Harding

Uma médica está expressando preocupação com os canadenses que estão recebendo uma vacina experimental COVID-19 desenvolvida com a ajuda das forças armadas chinesas.

O Conselho Nacional de Pesquisa (NRC) do Canadá anunciou uma iniciativa de colaboração com a empresa chinesa CanSino Biologics Inc. sobre o desenvolvimento clínico da nova vacina AD5-nCoV da empresa, Ad5-nCoV. O CanSino desenvolveu a vacina em parceria com os militares da China.

A Health Canada aprovou os primeiros ensaios clínicos em humanos que serão executados no Canadian Centre for Vaccinology da Dalhousie University. A empresa já está conduzindo ensaios clínicos em humanos para a vacina na China.

A Dra. Kulvinder Gill, médica da área de Toronto e presidente da Concerned Ontario Doctors, diz que está preocupada com os canadenses se tornarem seres humanos de uma vacina desenvolvida na China.

“O Canadá é literalmente o único país no mundo inteiro oferecendo seus próprios cidadãos como cobaias neste teste clínico antiético, rápido e humano da vacina chinesa SARS-CoV-2 – em parceria com as forças militares chinesas comunistas que já está sob uma nuvem de suspeita global”, diz Gill.

SARS-CoV-2 v é o nome científico do vírus do Partido Comunista Chinês (PCC), também conhecido como o novo coronavírus, que causa a COVID-19.

O governo canadense está gastando US$ 44 milhões para atualizar as instalações do NRC em Montreal para permitir a produção em massa de uma vacina para a COVID-19. O NRC trabalha com o CanSino desde 2013.

Gill diz que o processo para o desenvolvimento de uma vacina não deve ser apressado, citando comentários do Dr. Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA.

“Devo advertir que também há a possibilidade de consequências negativas, onde certas vacinas podem realmente aumentar o efeito negativo da infecção”, disse Fauci recentemente.

Gill diz que o processo para o desenvolvimento de vacinas normalmente leva anos.

“Este ensaio clínico em humanos com a vacina do Partido Comunista da China está ocorrendo a um ritmo alarmante”, diz ela. “O ciclo típico de desenvolvimento de vacinas é de aproximadamente 10 a 15 anos. O menor ciclo de desenvolvimento de vacinas já registrado é de quatro anos, e foi para a vacina contra caxumba”.

Gill também observa que a China tem um histórico ruim no que diz respeito às vacinas. Ela diz que houve vários grandes escândalos de vacinas na China nos últimos anos, inclusive em 2018, quando centenas de milhares de crianças foram injetadas com vacinas defeituosas.

“A maioria dos colegas e outros canadenses com quem falei disseram que não querem nada com uma vacina se houver alguma afiliação com o Partido Comunista Chinês, porque há muita falta de confiança no manejo geral da epidemia até o momento”, diz ela.

Conforme relatado pelo Epoch Times, o regime chinês ocultou informações sobre a transmissão humano-a-humano do vírus do PCC por pelo menos vários dias e repreendeu os denunciantes que tentaram alertar outras pessoas sobre o vírus.

O NRC foi submetido a intensos ataques cibernéticos por hackers patrocinados pelo estado chinês em 2014, custando centenas de milhões de dólares em danos.

Gill acredita que o consentimento informado legítimo incluiria contar aos participantes o envolvimento do PCC na vacina. No entanto, ela preferiria que a parceria fosse totalmente abandonada.

“É fundamental que nosso governo abandone esse empreendimento perigoso e, em vez disso … financie testes de vacinas com nossas nações aliadas que entendem a importância da confiança, ética e transparência”.

O Epoch Times entrou em contato com o NRC e a Health Canada, mas nenhum comentário foi recebido até o momento.

Um porta-voz do Canadian Centre for Vaccinology disse: “Ainda estamos aguardando a aprovação final e entraremos em contato em breve para fornecer informações detalhadas sobre o estudo”.

Como o Epoch Times é diferente de outras mídias?

O Epoch Times é a mídia independente que mais cresce na América. Somos diferentes de outras organizações de mídia porque não somos influenciados por nenhum governo, corporação ou partido político. Nosso único objetivo é levar aos leitores informações precisas e ser responsáveis ​​perante o público. Não seguimos a tendência doentia no ambiente de mídia atual do jornalismo orientado a agendas e, em vez disso, usamos nossos princípios de Verdade e Tradição como nossa luz guia.

Estamos trabalhando dia e noite para cobrir o surto de vírus do PCC para você. Doar tão pouco quanto uma xícara de café ajudará a manter nossa mídia em funcionamento.

Ajude-nos agora doando um ‘CAFÉ’para a equipe.

Veja também:

O Método do PCC

 

 
Matérias Relacionadas