Macron denuncia pessoa que colou cartazes o comparando a Hitler

Por Agência EFE

O presidente francês Emmanuel Macron denunciou um cidadão do sul da França que pendurou vários pôsteres mostrando seu rosto com bigode de Hitler e uniforme nazista, informou a mídia local na quarta-feira.

Os fatos já haviam motivado a abertura de inquérito pelo Ministério Público no dia 20.

Os pôsteres apareceram nas cidades de Seyn-sur-Mer e Toulon, no sudeste do país, há uma semana.

Neles, Macron aparece disfarçado de Hitler com uma braçadeira em que a suástica foi substituída pela sigla de seu partido LREM (The Republic On The Move).

Ao lado da imagem você pode ler o slogan: “Obedeça, vacine-se”.

O autor do cartaz, Michel-Ange Flori, que já foi condenado no passado por atos semelhantes, foi intimado à delegacia de Toulon para interrogatório nesta quinta-feira.

No regime Macron “você pode rir da bunda do profeta e isso é sátira. Mas caracterizar o presidente como ditador é blasfêmia ”, escreveu ele no Twitter.

Entre para nosso canal do Telegram.

Siga o Epoch Times no Gab.

Veja também

 
Matérias Relacionadas