kit natural de primeiros socorros para machucados

Estamos começando uma nova série chamada kit de primeiros socorros natural. Cada novo artigo abordará um aspecto relacionado a pequenos distúrbios que podem ocorrer no cotidiano e trará consigo alguns métodos e remédios naturais para tratá-los.

Nosso primeiro artigo abordará o tema dos machucados, o que engloba as contusões, torções, pancadas, distensões, cortes, ferimentos e similares. vamos a ele.

Nas férias, não é difícil que alguém se machuque numa queda, jogando bola, fazendo um corte no dedo, dando um mal jeito nas costas.
Vamos ver alguns recursos naturais para esses problemas. Lembramos que essas são dicas e orientações de caráter simples e doméstico, e que os problemas mais graves devem ser tratados pelos profissionais habilitados.

Tenha sempre à mão:

Arnica – 6CH: pode ser comprada nas farmácias homeopáticas e nas grandes farmácias comuns. Existe, inclusive nas farmácias comuns a Arnica – 6 CH da Almeida Prado, em gotas. Os adultos podem tomar de 5 a 15 gotas. Devido ao remédio ser feito em base alcoólica, sugerimos que quem tem crianças, compre a arnica feita em glóbulos de lactose numa farmácia homeopática; nesse caso dá-se de 4 a 6 glóbulos, tanto para adultos como para as crianças. As repetições das doses, seja em glóbulos ou em base alcoólica, podem ser a cada uma, duas ou três horas, conforme a gravidade do problema. Indicações: pancadas, hematomas, quedas, dedos esmagados, choques emocionais, sustos, traumatismos, ossos fraturados, distensões musculares etc.

Pomada de arnica: adquire-se nas farmácias homeopáticas e nas grandes farmácias comuns. Passar diretamente sobre o local afetado até 4 vezes ao dia, se necessário. Indicações: pancadas, luxações, traumatismos, distensões musculares, fraturas, esmagamentos. Não use em feridas abertas ou cortes.

Pomada de calêndula: encontra-se, em geral, nas farmácias homeopáticas. Passar diretamente sobre o local afetado até 4 vezes ao dia, se necessário. É cicatrizante, bactericida, antinflamatória e alivia queimaduras. Indicações: cortes, queimaduras, assaduras, arranhões, picadas de insetos, feridas abertas.

Própolis (extrato alcoólico): encontra-se em qualquer farmácia, mas o ideal é que tenha um mínimo de 11% de concentração do produto. É um antibiótico natural de amplo espectro, imunoestimulante, bactericida, viruscida e cicatrizante. Indicada tanto para uso interno como externo. Para uso interno adulto tomar 30 gotas. Para as crianças de 9 a 12 tomar 20 gotas. De 3 a 8 anos tomar 15 gotas. Até 3 anos dar de 5 a 7 gotas. Deve ser diluida em meio copo de água, chá ou suco e tomar, se possível, após refeições. Adultos e crianças devem tomar sempre 3 vezes ao dia até o término do processo infeccioso. Para uso externo pode-se aplicar pura, diretamente sobre o local afetado, ou diluir levemente em água para as crianças. Indicações: infecções variadas (respiratórias, intestinais, cutâneas etc), cortes, ferimentos, picadas de insetos.

Homeoflan comprimidos (da Almeida Prado): encontra-se nas farmácias homeopáticas ou nas próprias farmácias da Almeida Prado. É um remédio homeopático composto por Arnica, Rhus tox., Belladona, Aconitum, Symphytum e Hypericum. Tomar 1 comprimido (deixar derretar debaixo da língua) 3 vezes ao dia, tanto para adultos quanto crianças. Indicações: traumas, comtusões, torções, tensão muscular, espasmos musculares, esmagamentos, dor nas costas, torcicolo, lesão nos nervos, distensões musculares, fraturas, inflamações, dor de dentes e dores em geral.

Homeoflan pomada: Aplicar 3 vezes ao dia no local afetado.Indicações: as mesmas do que o homeoflan em comprimidos, exceto para dor de dentes.

 

Leia também:

Recursos naturais para se ter uma farmácia em casa
Homeopatia para traumatismos, lesões e dores – Kit de primeiros socorros
Indigestão, azia, enjoo? Exagerou? Eis os chás salvadores

 

Traumeel S (comprimido ou gotas): encontra-se nas farmácias homeopáticas. É um remédio composto por Arnica, Calendula, Hamamelis, Achillea millefolium, Belladona, Aconitum, Mercurius solubilis, Hepar sulfuris, Chamomilla, Symphytum, Bellis perennis, Echinacea e Hypericum. Tomar 1 comprimido ou 10 gotas 3 vezes ao dia. Indicações: dores em geral, torções, contusões, lesão nos nervos, hematomas, fraturas, edemas pós-cirúrgicos e pós-traumáticos, e inchaços em geral; inflamação nas articulações, infecções em cortes e feridas, artrose do quadril e do joelho.

Traumeel S (pomada): Passar 3 vezes ao dia nos locais afetados. Indicações: as mesmas indicações do que o Traumeel S em comprimidos ou gotas.

Gelo: colocar cubos de gelo dentro de um saco plástico e aplicar sobre o local. As aplicações podem durar de 10 a 20 minutos, e podem ser feitas várias vezes ao dia, em intervalos. Cuidado para não resfriar demais a pessoa que está sendo tratada, e sempre esperar 2 horas depois de comer para fazer a aplicação. Indicações: traumas recentes, como pancadas, quedas, torções, edemas nos membros, esporão do calcâneo etc. Atenção: o gelo só deve ser aplicado nas primeiras 24 horas após o trauma; depois disso devem aplicadas compressas quentes ou alternadas (frias e quentes em intervalos). Somente para o esporão do calcâneo se faz a aplicação de gelo diariamente.

Clara de ovos: lavar bem a casca dos ovos com sabão, para evitar a contaminação por salmonella. Quebrar alguns ovos (depende do tamanho da queimadura), separar as gemas e usar somente as claras. Bata rapidamente as claras até formar um tipo de liquido mais denso. Lave o local queimado com água fresca abundante, seque levemente e aplique as claras batidas imediatamente sobre a queimadura e de forma abundante. Não é necessário cobrir o local imediatamente, mas deve-se prestar atenção para evitar insetos e sujeira sobre o mesmo. Porém, caso se saia de casa ou a pessoa for deitar, cubra o local com gaze ou com um pano fino bem limpo. A aplicação das claras pode ser repetida assim que a primeira aplicação secar, e pode ser feita várias vezes ao dia, durante alguns dias. Indicação: queimaduras. Atenção: essa aplicação vale apenas para pequenas queimaduras; as queimaduras grandes exigem cuidado médico urgente.

Compressa quente: esquentar água ou pegar água bem quente do chuveiro. Dobrar uma toalha de rosto em duas ou três vezes e molhar na água quente. Espremer para tirar os excessos e aplicar sobre o local afetado. Trocar a compressa assim que esfriar. Fazer a aplicação durante 15 mintuos. Pode-se repetir a aplicação algumas vezes ao dia. Indicações: torções e tensão muscular; traumas e contusões musculares (a compressa quente para contusões e traumas só deve ser aplicada depois das primeiras 24 horas, antes disso deve ser aplicada a compressa de gelo).

 

Alberto Fiaschitello é terapeuta naturalista e cientista social

 
Matérias Relacionadas