Grande explosão deixa pelo menos cinquenta mortos na China

Uma enorme explosão na cidade portuária de Tianjin feriu centenas de pessoas, de acordo com a mídia estatal chinesa. A Beijing News disse que cerca de 300 a 400 pessoas foram atendidas em hospitais. Pelo menos cinquenta foram mortos, segundo a polícia de Tianjin.

“O hospital não consegue contar quantos pacientes recebemos – são muitas pessoas, e muitas delas têm ferimentos de queimadura”, disse um médico de um hospital local ao The Guardian.

As explosões ocorreram em um armazém do Porto Tianjin que lida com o transporte de materiais perigosos, de acordo com o jornal oficial China Daily. Ainda não se sabe os materiais exatos que geraram a explosão, nem mesmo sua causa.

Leia também:
Quebra da bolsa chinesa elimina poupança de meio milhão de pessoas
Conheça os grandes escândalos alimentares que emergiram na China em 2014
5 razões pelas quais Pequim é má escolha para sediar Jogos Olímpicos de 2022

A primeira explosão ocorreu na noite de terça (11) por volta das 23h30, hora local, e provocou incêndios e outras explosões na área. As ondas de choque podiam ser sentidas a milhas de distância. A primeira explosão foi registrada com uma magnitude de 2,3, e a segunda de 2,9, de acordo com a China Earthquake Networks Center.

Alguns usuários do Weibo relataram que as portas de seus apartamentos foram sacudidas, e muitos arranha-céus ficaram sem energia. Os moradores também relataram que os vidros de suas janelas e alguns aquários de peixes foram quebrados, segundo a Agência de Notícias Xinhua.

Pelo menos seis equipes de bombeiros foram encaminhados para apagar o fogo. Dois bombeiros desapareceram, e pelo menos quatro estão feridos, de acordo com o Ministério da Segurança Pública.

 
Matérias Relacionadas