Ex-líder chinês, Jiang Zemin, está sendo apagado da história

Uma pedra com os caracteres chineses ‘Escola Central do Partido Comunista Chinês’, supostamente entalhada com base na caligrafia do ex-líder chinês, Jiang Zemin, foi removida da escola sem a menor cerimônia em 21 de agosto, de acordo com a mídia local.

A grande pedra ficava exposta em um gramado especialmente construído e tinha oito holofotes que a iluminavam durante a noite. Da noite para o dia, entretanto, toda a estrutura foi demolida. A pedra localizava-se perto do portão sul da escola no Distrito de Haidian, Pequim.

Jiang Zemin, foi líder do Partido Comunista Chinês entre 1989 e 2002, hoje é o principal rival político de Xi Jinping, atual líder chinês, que assumiu o poder em 2012. Na leitura dos analistas políticos, arrancar as inscrições foi um tapa na cara de Jiang, e é um presságio de sua iminente morte política.

O ocorrido segue as tendências apontadas em relatórios recente do Epoch Times “que de acordo com fonte de Pequim, Xi colocará Jiang Zemin e seus dois filhos sob um tipo de controle interno, limitando seus movimentos. Zeng Qinghong, o homem de confiança
de Jiang foi colocado sob prisão domiciliar.

Desde que chegou ao poder em novembro de 2012, Xi liderou uma campanha anti-corrupção – ainda em curso – que investigou milhares de membros do Partido Comunista Chinês. Grande parte do foco de Xi foi destinado à rede de aliados de Jiang. Um recente editorial, amplamente divulgado no Diário do Povo, o porta-voz do Partido, disse que os funcionários que deixam seus cargos não devem interferir com as políticas de seus sucessores. O editorial foi amplamente reconhecido como a primeira ‘carta’ aberta contra Jiang Zemin.

Reação

A mídia chinesa não explica claramente por que a pedra foi removida e por que a notícia estava sendo amplamente divulgada. Muitos comentários sobre o caso foram rapidamente censurados na internet.

Entre a população chinesa está claro que a remoção é política, e não uma mera redecoração na Escola do Partido, esse é um sentimento amplamente compartilhado na Internet.

Leia também:
Roteiro provável da queda do ex-líder chinês Jiang Zemin
Regime Chinês dá indireta ao ex-líder Jiang Zemin para não mexer com governo
Oficial chinês diz que ex-líder Jiang Zemin ordenou a extração forçada de órgãos

Uma dos primeiros post registrados no Weibo (serviço de microblog similar ao Twitter na China) dizia: “Eu ouvi de um amigo que acabou de passar pelo portão sul da escola do partido comunista que a inscrição do ‘sapo’ foi retirada pela raíz. Que divertido. Que interessante. Estou satisfeito.” (O epíteto ‘sapo’ é freqüentemente aplicado à Jiang Zemin, em referência à sua aparência).

A postagem foi excluída logo em seguida, de acordo com WeiboScope, uma ferramenta que detecta mensagens apagadas da plataforma chinesa; foi desenvolvida por jornalistas da Universidade de Hong Kong e do Centro de Estudos Midiáticos.

Entretanto, as autoridades responsáveis pela censura da internet se esforçaram para garantir que a opinião pública não disseminasse o assunto, assim apagando comentários e galerias de fotos online e bloqueando usuários.

Sinais revelados pelo líder chinês Xi Jinping apontam para o fato que Jiang Zemin está em apuros. A medida que mais colaboradores e asseclas de Jiang Zemin são investigados, é apenas uma questão de tempo até que o próprio Jiang Zemin seja preso e condenado.

 
Matérias Relacionadas