EUA inclui Venezuela e Coreia do Norte em proibição de viagem

Venezuela, Coreia do Norte e Chade foram incluídos no domingo (24) em uma nova lista de países com proibição de viagem para os Estados Unidos devido a sua pouca segurança ou falta de cooperação com as autoridades americanas, informou a administração Trump.

Washington impôs proibição total de viagem aos cidadãos da Coreia do Norte e do Chade, enquanto as restrições para a Venezuela estão limitadas aos funcionários de uma longa lista de entidades governamentais e seus familiares imediatos com vistos de não-imigrantes para trabalho e turismo.

Em um documento da Casa Branca está detalhado que as entidades venezuelanas incluídas são os ministérios do Interior e da Justiça e dos Negócios Estrangeiros, o Serviço Administrativo de Identificação, Migração e Estrangeiros, o Corpo de Investigação Científica, Penal e Criminal e o Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional.

“Além disso, os nacionais da Venezuela que são titulares de vistos estarão sujeitos a medidas adicionais apropriadas para garantir que a informação de turista permaneça em vigor”, disse o documento que foi tweetado pelo presidente Donald Trump na noite de domingo.

Leia aqui o documento publicado pela Casa Branca anunciando as novas regras para detectar a entrada no país de grupos terroristas e outras ameaças à segurança pública (em inglês).

O Sudão, um dos seis países de maioria muçulmana originalmente incluídos na lista de proibição de viagens, foi removido da relação, ficando apenas oito nações com impedimento total ou parcial para viajar para os Estados Unidos.

Os outros países incluídos na proibição foram Irã, Líbia, Síria, Somália e Iêmen.

As medidas destinam-se a “melhorar as capacidades e procedimentos de vigilância para detectar a tentativa de entrada nos Estados Unidos de terroristas ou outras ameaças à segurança pública”, de acordo com a Casa Branca.

A nova proibição de viagem entra em vigor em 18 de outubro.

Leia também:
Assembleia Geral da ONU barra maior rede chinesa independente de notícia
Trump sobre Venezuela: “Este regime corrupto destruiu uma nação florescente”
Senadores da Califórnia ameaçados pelo consulado chinês por resolução de direitos humanos

 
Matérias Relacionadas