‘Dois Michaels’ retornam ao Canadá após quase três anos de cativeiro na China

Por Omid Ghoreishi

Michael Kovrig e Michael Spavor chegaram ao Canadá após sua libertação da prisão na China.

Kovrig e Spavor foram recebidos pelo primeiro-ministro Justin Trudeau na manhã de 25 de setembro, após pousarem em Calgary.

Os dois canadenses, mantidos em cativeiro na China desde 10 de dezembro de 2018, foram libertados assim que a diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi autorizada a deixar o Canadá em 24 de setembro.

Os “dois Michaels”, como passaram a ser conhecidos, são amplamente vistos como vítimas da “diplomacia de reféns” de Pequim.

A detenção deles na China ocorreu alguns dias depois que Meng foi presa em Vancouver em 1º de dezembro de 2018, em um pedido de extradição para os Estados Unidos. Antes de sua detenção, Pequim alertou o Canadá sobre as terríveis consequências caso Meng não fosse libertada.

Durante os primeiros estágios de sua prisão na China, os dois homens foram mantidos em confinamento solitário e foram submetidos a repetidos interrogatórios, com as luzes mantidas em suas celas dia e noite. Isso pode levar à privação de sono, que é reconhecido como um método de tortura por organizações de direitos humanos.

Meng, que foi acusada de fraude bancária e eletrônica relacionada à violação de sanções dos EUA ao Irã, chegou a um acordo de prorrogação com o Departamento de Justiça dos EUA em 24 de setembro. Um tribunal canadense suspendeu suas condições de fiança no mesmo dia, permitindo que ela deixasse o Canadá.

michael-spavor
O empresário canadense Michael Spavor em uma foto de arquivo (Foto / arquivo AP)

A mídia estatal chinesa informa que ela chegou à China em 25 de setembro.

Kovrig, um ex-diplomata canadense, é um estudioso do think tank Crisis Group, enquanto Spavor é um empresário.

A China acusou os dois de espionagem, que normalmente acarreta pesadas sentenças de prisão.

Como o processo judicial de Meng estava se aproximando dos estágios finais no Canadá este ano, um tribunal chinês condenou Spavor a 11 anos de prisão em agosto. Kovrig, que teve seu julgamento em março, ainda aguardava sua sentença.

Ao anunciar a libertação dos dois homens em 24 de setembro, Trudeau disse que eles “passaram por uma situação incrivelmente difícil”.

“Nos últimos 1.000 dias, eles mostraram força, perseverança, resiliência e graça, e todos nós somos inspirados por isso”, disse ele.

Caso de Meng

Os promotores dos EUA acusaram Meng de fraude bancária por supostamente mentir ao HSBC sobre as negociações comerciais da Huawei com o Irã, levando o HSBC a violar as sanções dos EUA.

Epoch Times Photo
A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou (C), fala com a mídia fora da B.C. Suprema Corte em Vancouver em 18 de agosto de 2021 (Don MacKinnon / AFP via Getty Images)

O acordo de acusação diferido de Meng permitiu que ela se declarasse inocente das acusações, mas ela teve que concordar com uma “declaração dos fatos”.

“Ao celebrar o acordo de acusação diferido, Meng assumiu a responsabilidade por seu papel principal em perpetrar um esquema para fraudar uma instituição financeira global”, disse a procuradora americana Nicole Boeckmann em um comunicado.

“Suas admissões na declaração dos fatos confirmam que, enquanto ela atuava como Diretora Financeira da Huawei, Meng fez várias declarações falsas a um executivo sênior de uma instituição financeira em relação às operações de negócios da Huawei no Irã em um esforço para preservar o relacionamento bancário da Huawei com a instituição financeira.”

Entre para nosso canal do Telegram

Siga o Epoch Times no Gettr

Veja também:

 
Matérias Relacionadas