ARTIGO - Publicado em - Atualizado em 04/04/2015 às 16:04

Direito da posse de arma reduz criminalidade, afirma Harvard

Os recentes acontecimentos em Ottawa, Canadá, comprovam, pela enésima vez, que controle de armas serve apenas para deixar uma população pacífica ainda mais vulnerável.O desarmamento não apenas deixa uma população menos livre, como também a deixa menos segura.  E não existe liberdade individual se o indivíduo está proibido de se proteger contra eventuais ataques físicos.  Liberdade e autodefesa são conceitos totalmente indivisíveis.  Sem o segundo não há o primeiro.

Respeitar o direito de cada indivíduo poder ter armas de fogo ainda é a melhor política de segurança, como os fatos listados abaixo mostrarão.  Já restringir, ou até mesmo proibir, o direito de um indivíduo ter uma arma de fogo o deixa sem nenhuma defesa efetiva contra criminosos violentos ou contra um governo tirânico.

A Universidade de Harvard, que não tem nada de conservadora, divulgou recentemente um estudo que comprova que, quanto mais armas os indivíduos de uma nação têm, menor é a criminalidade.  Em outras palavras, há uma robusta correlação positiva entre mais armas e menos crimes.  Isso é exatamente o oposto do que a mídia quer nos fazer acreditar.

Mas o fato é que tal correlação faz sentido, e o motivo é bem intuitivo: nenhum criminoso gostaria de levar um tiro.

Se o governo de um país aprova um estatuto do desarmamento, o que ele realmente está fazendo é diminuindo o medo de criminosos levarem um tiro de cidadãos honestos e trabalhadores, e aumentando a confiança desses criminosos em saber que suas eventuais vítimas — que obedecem a lei — estão desarmadas.

A seguir, 20 fatos pouco conhecidos que comprovam que, ao redor do mundo, mais armas deixam uma população mais segura.

01) Um estudo publicado pela Universidade de Harvard — Harvard Journal of Law & Public Policy — relata que países que têm mais armas tendem a ter menos crimes

02) Ao longo dos últimos 20 anos, as vendas de armas dispararam nos EUA, mas os homicídios relacionados a armas de fogo caíram 39 por cento durante esse mesmo período.  Mais ainda: “outros crimes relacionados a armas de fogo” despencaram 69%.

03) Ainda segundo o estudo da Harvard, os nove países europeus que apresentam a menor taxa de posse de armas apresentam taxas de homicídios que, em conjunto, são três vezes maiores do que as dos outro nove países europeus que apresentam a maior taxa de posse de armas.

04) Quase todas as chacinas cometidas por indivíduos desajustados nos Estados Unidos desde 1950 ocorreram em estados que possuem rígidas leis de controle de armas.

Com uma única exceção, todos os assassinatos em massa cometidos nos EUA desde 1950 ocorreram em locais em que os cidadãos são proibidos de portarem armas.  Já a Europa, não obstante sua rígida política de controle de armas, apresentou três dos seis piores episódios de chacinas em escolas.

05) Os EUA são o país número 1 do mundo em termos de posse de armas per capita, mas estão apenas na 28ª posição mundial em termos de homicídios cometidos por armas de fogo para cada 100.000 pessoas.

06) A taxa de crimes violentos nos EUA era de 757,7 por 100.000 pessoas em 1992.  Já em 2011, ela despencou para 386,3 por 100.000 pessoas.  Durante esse mesmo período, a taxa de homicídios caiu de 9,3 por 100.000 para 4,7 por 100.000.  E, também durante esse período, como já dito acima, as vendas de armas dispararam.

07) A cada ano, aproximadamente 200.000 mulheres nos EUA utilizam armas de fogo para se proteger de crimes sexuais.

08) Em termos gerais, as armas de fogo são utilizadas com uma frequência 80 vezes maior para impedir crimes do que para tirar vidas.

09) O número de fatalidades involuntárias causadas por armas de fogo caiu 58% entre 1991 e 2011.

10) Apesar da extremamente rígida lei desarmamentista em vigor no Reino Unido, sua taxa de crimes violentos é aproximadamente 4 vezes superior à dos EUA.  Em 2009, houve 2.034 crimes violentos para cada 100.000 habitantes do Reino Unido.  Naquele mesmo ano, houve apenas 466 crimes violentos para cada 100.000 habitantes nos EUA.

11) O Reino Unido apresenta aproximadamente 125% mais vítimas de estupro por 100.000 pessoas a cada ano do que os EUA.

12) Anualmente, o Reino Unido tem 133% mais vítimas de assaltos e de outras agressões físicas por 100.000 habitantes do que os EUA.

13) O Reino Unido apresenta a quarta maior taxa de arrombamentos e invasões de residências de toda a União Europeia.

14) O Reino Unido apresenta a segunda maior taxa de criminalidade de toda a União Europeia.

15) Na Austrália, os homicídios cometidos por armas de fogo aumentaram 19% e os assaltos a mão armada aumentaram 69% após o governo instituir o desarmamento da população.

16) A cidade de Chicago havia aprovado uma das mais rígidas leis de controle de armas dos EUA.  O que houve com a criminalidade?  A taxa de homicídios foi 17% maior em 2012 em relação a 2011, e Chicago passou a ser considerada a “mais mortífera dentre as cidades globais“.  Inacreditavelmente, no ano de 2012, a quantidade de homicídios em Chicago foi aproximadamente igual à quantidade de homicídios ocorrida em todo o Japão.

17) Após essa catástrofe, a cidade de Chicago recuou e, no início de 2014, voltou a permitir que seus cidadãos andassem armados.  Eis as consequências:  o número de roubos caiu 20%; o número de arrombamentos caiu também 20%; o de furto de veículos caiu 26%; e, já no primeiro semestre, a taxa de homicídios da cidade recuou para o menor nível dos últimos 56 anos.

18) Após a cidade de Kennesaw, no estado americano da Geórgia, ter aprovado uma lei que obrigava cada casa a ter uma arma, a taxa de criminalidade caiu mais de 50% ao longo dos 23 anos seguintes.  A taxa de arrombamentos e invasões de domicílios despencou incríveis 89%.

19) Os governos ao redor do mundo chacinaram mais de 170 milhões de seus próprios cidadãos durante o século XX (Stalin, Hitler, Mao Tsé-Tung, Pol Pot etc.).  A esmagadora maioria desses cidadãos havia sido desarmada por esses mesmos governos antes de serem assassinados.

20) No Brasil, 10 anos após a aprovação do estatuto do desarmamento — considerado um dos mais rígidos do mundo —, o comércio legal de armas de fogo caiu 90%.  Mas as mortes por armas de fogo aumentaram 346% ao longo dos últimos 30 anos.  Com quase 60 mil homicídios por ano, o Brasil já é, em números absolutos, o país em que mais se mata.

Quantas dessas notícias você já viu na mídia convencional, que dá voz apenas a desarmamentistas?

Armas são objetos inanimados, tão inanimados quanto facas, tesouras e pedras.  Costumes, tradições, valores morais e regras de etiqueta — e não leis e regulações estatais — são o que fazem uma sociedade ser civilizada.  Restrições sobre a posse de objetos inanimados não irão gerar civilização.

Essas normas comportamentais — as quais são transmitidas pelo exemplo familiar, por palavras e também por ensinamentos religiosos — representam todo um conjunto de sabedoria refinado por anos de experiência, por processos de tentativa e erro, e pela busca daquilo que funciona.  O benefício de se ter costumes, tradições e valores morais regulando o comportamento — em vez de atribuir essa função ao governo — é que as pessoas passam a se comportar eticamente mesmo quando não há ninguém vigiando.  Em outras palavras, é a moralidade a primeira linha de defesa de uma sociedade contra comportamentos bárbaros.

No entanto, em vez de se concentrar naquilo que funciona, os progressistas desarmamentistas querem substituir moral e ética por palavras bonitas e por leis de fácil apelo.

Por último, vale um raciocínio lógico: quem é a favor do desarmamento não é contra armas, pois as armas serão necessárias para se desarmar os cidadãos.  Logo, um desarmamentista nunca será contra armas — afinal, ele quer que a polícia utilize armas para confiscar as armas dos cidadãos.

Consequentemente, um desarmamentista é necessariamente a favor de armas.  Mas ele quer que apenas o governo (que, obviamente, é composto por pessoas honestas, confiáveis, morais e virtuosas) tenha armas.

Conclusão: nunca existiu e nem nunca existirá um genuíno ‘desarmamento’.  Existe apenas armamento centralizado nas mãos de uma pequena elite política e dos burocratas fardados que protegem os interesses dessa elite.

Participaram desse artigo:

Walter Williams, professor honorário de economia da George Mason University e autor de sete livros.  Suas colunas semanais são publicadas em mais de 140 jornais americanos.

Ron Paul, médico e ex-congressista republicano do Texas. Foi candidato a presidente dos Estados Unidos em 1988 pelo Partido Libertário e candidato à nomeação para as eleições presidenciais de 2008 e 2012 pelo partido republicano.

É autor de diversos livros sobre a Escola Austríaca de economia e a filosofia política libertária como Mises e a Escola Austríaca: uma visão pessoal, Definindo a liberdade, O Fim do Fed – por que acabar com o Banco Central (2009), The Case for Gold (1982), The Revolution: A Manifesto (2008), Pillars of Prosperity (2008) e A Foreign Policy of Freedom (2007).

O doutor Paul foi um dos fundadores do Ludwig von Mises Institute, em 1982, e no ano de 2013 fundou o Ron Paul Institute for Peace and Prosperity e o The Ron Paul Channel.

Stefan Molyneux, ex-empresário do ramo de software, hoje se dedica inteiramente à filosofia. Já escreveu sete livros, todos disponíveis em seu website.

Michael Snyder, colunista do blog Economic Collapse.

Imagem via Shutterstock

Originalmente publicada em: Instituto Ludwig von Mises Ir para a home do Epoch TimesVer original
Todo conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada. Para reproduzir a matéria, é necessário apenas dar crédito ao Epoch Times em Português e para o repórter da matéria.
  • Felipe F. Botto

    Eh, seria bom mostrar isso aos intelectuais da esquerda, juristas da esquerda e todos q pedem o desarmamento. Bom, ñ foi uma universidade do Brasil mas a melhor do mundo q disse…

  • Mesmo com todos esses dados, vão dizer que “não se aplicam à realidade brasileira”, vão dizer que “preferem mais policiamento” (para, logo a seguir se queixarem da “polícia fascista”). Enfim, lógica não convence fanáticos.

  • Antonio Marcos

    Canadá não é Brasil, que comparação mais absurda, nosso modo de vida e completamente diferentes do deles. Somos um país pobre, educação defasada, aqui se briga por qualquer motivo, o simples fato de você olhar para pessoa sem intenção alguma, já e motivo para ela se irritar e perguntar pra você porque esta olhando pra ela. É um pais como esse que querem arma as pessoas, querem que mais mortes ocorram, querem que malucos saiam atirando em escolas, pontos de ônibus, locais públicos, se nos Estados Unidos, não conseguem inibir alguns desses casos, imagina aqui no Brasil, armas não são a solução. Se no nosso país existissem governantes com um pingo de vergonha na cara, que quisessem levar a coisa a serio, tudo seria diferente, a questão e que só pensam e sim mesmo, não estão nem ai para a sociedade, pois eles andam de carro blindado, suas residências são cercadas de seguranças armados, então não teriam motivos de se preocuparem com isso. A população tem coragem de ir para as ruas protestarem por 0,20 centavos que aumenta na passagem de ônibus, mas não tem coragem de protestar por segurança, uma vida não tem dinheiro que compre. Mas se querem fazer um teste fiquem a vontade, liberem armas e verá o que o poder acontecer, além dos bandidos entrarem em suas casas roubarem tudo de valor, e você na intenção de defender seu patrimônio, atire nesse infeliz, poderá ser preso por tentativa e homicídio, ou seja, ficara preso e sem os seus bens que foram roubados. Vamos cobrar mais segurança, vamos bater incansavelmente nessa tecla, nem que tenhamos que ir dez, vinte, trinta vezes para as ruas, é só assim que se ganha alguma coisa em um país como o nosso. Na verdade o que os governantes querem e exatamente isso, liberar armas, para fugirem de suas responsabilidades, eles não querem ter gastos com a segurança, pois não traz lucros para eles, com uma secretaria de esportes, cultura, entre outras.

  • Andre Amorim

    Por favor fera… Essa ja é velha. Essa “Pesquisa de Harvard” não é de Harvard, nem é pesquisa. É um compilado de dados, que não se tem exata veracidade das fontes, publicada numa revista de alunos de Harvard. Uns caras, que não tem nenhuma ligação direta com a instituição de Harvard, pegaram uns dados e construíram dissertação sobre, e publicaram tal compilado em uma revista de ALUNOS. A pro própria dissertação da publicação é contraditória em alguns momentos, não especifica com clareza, se é bom ou ruim ter uma liberação de armas. A unica coisa que se evidencia influenciar indice de violência é o IDH (Indice de Desenvolvimento Humano), o resto é balela.

  • Antonio Marcos

    Canadá não é Brasil, que comparação mais absurda, nosso modo de vida e completamente diferentes do deles. Somos um pais pobre, educação defasada, aqui briga-se por qualquer motivo, o simples de você olhar para pessoa sem intenção alguma, já e motivo para ela se irritar e perguntar pra você porque esta olhando pra ela. É um pais como esse que querem armas as pessoas, querem que mais mortes ocorram, querem que malucos saiam atirando em escolas, pontos de ônibus, locais públicos, se nos Estados Unidos, não conseguem inibir alguns desses casos, imagina aqui no Brasil, armas não é solução. Se no nosso pais existissem governante com um pingo de vergonha na cara, e quisesse levar a coisa a serio, tudo seria diferente, a questão e que só pensam e sim mesmo, não estão nem ai para a sociedade, pois eles andam de carro blindado, suas residências são cercadas de seguranças armados, então não teriam motivos de se preocuparem com isso. A população tem coragem de ir para as ruas protestarem por 0,20 centavos que aumenta na passagem de ônibus, mas não tem coragem de protestar por segurança, pois uma vida não tem valor. Mas se querem fazer um teste fiquem a vontade, liberem armas e verá o que o poder acontecer, além do bandido entrar na sua casa roubar tudo de valor, e você na intenção de defender seu patrimonial, atira nesse infeliz, poderá ser preso, por tentativa e homicídio, ou seja ficara preso e sem os seu bens que foram roubados. Vamos cobrar mais segurança, vamos bater incansavelmente nessa tecla, nem que tenhamos que ir dez, vinte, trinta vez para as ruas, é só assim que se ganha alguma coisa em um pais como o nosso. Na verdade o que os governantes querem e exatamente isso, liberar armas, para fugirem de suas responsabilidades, eles não querem ter gastos com a segurança,m pois não traz lucros para eles, com uma secretaria de esportes, cultura, entre outras.

  • Maria Regina Reis Ramos

    Quanto MENTIRA! Mais armas, mais crimes. Mais gente matando porque foi xingado ou porque alguém olhou pra sua namorada. Crime não é só o que o ladrãozinho pé de chinelo pratica. Todas as pesquisas sérias dizem o contrário do que essa matéria afirma. Por favor não saiam acreditando em qualquer coisa sem checar as fontes antes.

    • Raphael Brom

      Na Suíça todo homem que faz serviços militares ganha a arma que ele usou como presente e no Canadá 1 em cada 3 pessoas tem armas… Só em 2014 morreu 17 pessoas em Ontário/Canadá, isso morre por semana aqui no DF, quando não morre mais. Acorda para vida!

  • Roberto Benignni

    Quanta mentira junto que chega a doer!

  • Francisco Nogueira

    Isso é lógico! O problema não está no porte/posse da arma de fogo em si, mas na conduta intencional de quem a utiliza. Se a pessoa quer usar da violência, fará isso até com uma caneta.

  • Wyll Nunes

    Blz so que a gente mora no Brasil.

  • Sidney Moraes

    Sempre fui contra a política do desarmamento. Na época em que o governo estava interessado em aprovar uma lei anti armas, começou a disseminar fortemente na mídia, que os altos índices de violência estavam direta e proporcionalmente relacionados a facilidade no acesso as armas. Então para dar sustentacão a essa ideologia muitas e repetitivas matérias foram veículadas com o escopo de promover a lavagem cerebral dos insipientes. Quero lembrar que a realizacão de um plesbicito foi um tiro no pé, pois o povo votou contra a lei de desarmamento e mesmo assim o governo não respeitou o resultado da consulta popular.
    É óbvio que cidadão armado inibe bandido. E por uma razão muito simples, isso acontece em consequência de um fenômeno chamado PARIDADE DAS ARMAS, ou seja, o bandido calcula que pode ser surpreendido por uma resistência letal, então pensa duas vezes qntes de fazer a incursão.
    E isso não se aplica somente a bandidos. Esse princípio também influencia os cidadãos. Imaginemos que dois cidadãos se esbarrem com seus veículos no trânsito, e violentamente saiam de seus veículos e um enxergue na cintura do outro uma arma de fogo. O que eles vão fazer? Duelar como nos filmes de faroeste? Claro que não. A prática mostra que eles vão conversar. No caso de um deles estar armado, este vai esculachar o outro em razão da disparidade. Essa é minha humilde contribuição acerca do assunto.
    Sidney Moraes

  • SRmelao

    Tentem imaginar um povo, burro…preconceituoso….racista…e que odeia as minorias além da que todos querem levar vantagem em tudo com um 38 na mão??…..
    Esse povo existe, é o brasileiro…
    Aqui o brasileiro vai matar o vizinho porque o funk tá muito auto….

    Vai matar o agente da CET por que foi multado por passar acima da velocidade da luz onde só pode ir a 40 por hora…

    Vai metralhar a rua em dia de jogo do “Curintia”

    Criança jogou bola no seu carro…bang!…..

    Cachorro do vizinho tá fazendo barulho mata os dois..

    • direita reacionária reptiliana

      Não fale asneiras!!! Você não é ninguém para falar pela população! Não projete nos outros a sua incompetência! Se você não se vê apto a portar uma arma então não compre uma e saia do nosso caminho!

      • Roberto Andrade

        Tá muito nervosinho. Porque vc não vai TMNC, prá começo de conversa? Quem sabe vc não de acalma? Como todo reptiliano de doireita, vc deve ser chegado numa cobra.

    • direita reacionária reptiliana

      E não venha falar de minorias!

    • Homer Simpsons

      Pelo contrario amigão, em uma sociedade toda armada ninguem sabe quem esta ou não armado portanto ninguem vai arrumar confusão atoa.

    • Marcelo Saretta

      Essa visão equivocada por achar que qualquer candango estará armado…a ilusão criada pela mídia…

      Por acaso todo mundo sai pilotando helicóptero, ou avião…só quem está habilitado…e se ver qual o percentual da população seria, com certeza uma minoria…então não é todo mundo!

      O perigo é a arma na mão do vagabundo, coisa que essa porcaria de estatuto não inibe!

    • Paulo

      no paraguaí é liberado o porte de armas e nem por isso o povo sai matando os outros, os índices de mortes por armas de fogos são muito baixos comparado com o brasil q é proibido usar armas…. isso que vc falou é achismo, na década de 80..90 a população possuía armas e nem por isso saiu matando feito doido. tem q ver os dados e não os achismos

    • Thiago Urubá

      Se ilude não. O homem de bem não tem arma porque não pode, o bandido tem porque é bandido. O que vai mudar é que o homem de bem vai poder se proteger e para o bandido, o que vai mudar? Uma única coisa: ele vai pensar duas vezes antes de fazer uma barbárie!

  • percejack

    cara não sei pra que tanto chororó se foi nos mesmo que nos desarmamos votando a favor do desarmamento agora eh tentar reverter a situação e ponto sei que a bandidagem aumentou 100% pq quem anda armados são pessoas que só querem e fazem o mau já pessoa um cidadão de bem como vocês msm dizem armado numa situação real pois pensem nisso pra tal fato acontecer teríamos que gastar muito,investimento alto pra ter um único cidadão de bem armado pra que eles ou nos enfrentamos uma situação de risco sem ferir terceiros ou mesmo que tentar fazer algo de ruim !

  • Truth

    Ao contrário do que afirma o artigo, a melhor política para segurança pública é investir em EDUCAÇÃO. Pesquisem a correlação entre QUALIDADE DA EDUCAÇÃO X VIOLÊNCIA e verão que em todos os países cuja educação funciona, a taxa de crimes por arma de fogo é bastante reduzida (e em alguns casos nula). Ou seja, ARMA não resolve a situação de forma definitiva, sendo um paliativo que só atende aos interesses dos fabricantes de armas. Sobre o estudo de Harvard, sinceramente falta uma boa argumentação e sustentação estatística. Qualquer um com um pouco de conhecimento em matemática vê isso. Gostaria de saber quanto a indústria de armas pagou pelo estudo? Por si só, a tese não se sustenta (estatisticamente falando).

    • direita reacionária reptiliana

      Não me venha com apelo a “interesses da industria bélica” Essa desgraça dessa peste desse governo maldito o qual os dementes colocaram no poder não faz NADA!!!!! NÃO SABE FAZER NADA A NÃO SER IMPLANTAR SUAS POLÍTICAS MEDÍOCRES E F..DER O PAÍS INTEIRO!!! Não interessa quem vai lucrar com isso! EU QUERO E EXIJO O DIREITO DE ME DEFENDER!!!!!!!!!!! Deu pra sacar??? Não me venha falar em paliativos!! Esse governo FDP se elege e se mantem através de paliativos como o Bolsa família, Quotas para negros e etc!!! Se esse governo não tem competência ou tem má vontade para investir na educação então deve dar o direito do povo de se armar! Por que eu sim me garanto! e tenho muita competência para me proteger e proteger as pessoas que eu amo!!!!

    • Homer Simpsons

      Quem tem que dar educação são os país, escola apenas ensino.

  • Eu

    Desisto! Desisto da humanidade! Descontextualizar, equiparar diferentes culturas e sociedades, cometer falácias e atrelar a criminalidade unica e diretamente ao armamento.. tudo isso faz parte da retórica para validar o armamento.

    No mundo perfeito do pessoal, a arma na mão do “cidadão de bem” ajuda a coibir o crime. Sem citar que na vida real não existe essa dicotomia na sociedade, tem muito “cidadão de bem” de hoje, que amanhã vai usar a arma que tem pra matar alguém numa briga de trânsito, cometer crime passional.

    Sem falar que os herois aí de Hollywood, vão acabar tendo que entregar a arma num assalto, ou até morrendo numa tentativa frustrada de defesa.

    • direita reacionária reptiliana

      Não interessa se vão morrer tentando frustrar um crime! Pelo menos ele terá tido uma chance!

    • Tars

      Vc é um esquerdista perfeito, parabéns. São pessoas com sua mentalidade que contribuem para que o Brasil seja essa porcaria. Um forte abraço senhor desarmamentista.

    • Paulo

      olhe os dados, no brasil so tem aumentado as mortes por armas de fogo e a população n possui armas. essa ideia de que todo mundo vai sair matando o outro é puro achismo, cite em dados algum país q tem porte de armas liberado e possui 40 a 50mil mortes por ano. olhe pros países do lado do brasil que possui basicamente o mesmo nível intelectual e econômico… pegue o paraguaí…. la o porte de arma é liberado e os homicídios não chegam nem a 40mil por ano, ninguém sai na rua matando o outro.

      • Eu

        Ligar dados das mortes ao desarmamento é uma falácia sem tamanho! A causa é dada por mais variáveis e fatos históricos antecendentes que tu possa imaginar.

  • José Luiz de Sanctis

    Sem dúvida, mais armas menos crimes. O desarmamento civil só beneficia criminosos e tiranos e hoje o Brasil é governado por esses dois tipos, por isso insistem no desarmamento para fins de controle social.

    • Ana Lúcia

      nada a ver. Basta os bandidos andarem em grupo.

      • Giovanni Barreto

        Que? Quantas vezes você viu 10 bandidos no meio da rua assaltando as pessoas? Mas vamos pensar no que você disse:
        Vamos analisar quantas pessoas de bem existem e quantos bandidos existem, certo? Se os bandidos saíssem as ruas em bando, assaltando todo mundo, não acha que teria muito mais pessoas de bem armados para combater esses insetos do que os propriamente ditos “bandidos”?
        Se a população estiver armada, dificilmente voce irá ver assalto a mãe armada em plena luz do dia.

        • Ana Lúcia

          Onde eu moro, de uns três anos para cá, os assaltantes andam em grupos de no mínimo 4. Em muitos casos aconteceu de serem 8 bandidos e até 13 bandidos assaltando estudantes. Eles são geralmente muito rápidos e pegam as vítimas que andam em lugares pouco movimentados. Eles pensam muito bem antes de agir. Se o povo se armar eles também farão o mesmo. Não vão parar por isso. E quanto mais armas nas ruas, pior é para todos nós. Prefiro mil vezes mais um maior policiamento nas ruas e uma mudança nas leis, do que deixar qualquer idiota poder ter uma arma.

          • Giovanni Barreto

            Me desculpe, mas não funciona… Pesquise sobre a Suiça por exemplo, só pra ver como é. E em nenhum momento disse que qualquer idiota poderá ter uma arma, a pessoa terá de passar por exames psicológicos e depois terá de fazer treinamento para saber manusear a arma.Armas não matam pessoas, pessoas matam pessoas. Armas são a mesma coisa que pedras ou facas, sem ninguem usando são inofensivas. Procure sobre a cidade de chicago ou até mesmo sobre a violência no Reino Unido.
            Já fazem 10 anos desde o ESTATUTO DO DESARMAMENTO e a violência só aumentou e o numero de policiais não cresceu na mesma proporção.
            Não estou aqui dizendo que o pessoal deve sair por aí fazendo justiça e sim ter o direito de se defender, nem que seja dentro da propria casa.
            Entenda, desarmar a população só trouxe mais violência e segurança para criminosos.

          • Ana Lúcia

            A lei tornou mais burocrático e difícil ter o porte de armas, mas isso não é ruim. Tem que ser difícil mesmo. Isso é coisa séria. Querer afrouxar as leis num país como o nosso é só trazer mais problemas. A violência no país tem várias causas e nem de longe a população não ter armas é uma delas. A impunidade é certamente o fator decisivo na questão da violência, são 70% de reincidência! Nossas leis não punem na maior parte do tempo. Esse deveria ser o foco, mas ao que parece não convém ter leis mais duras.

          • Giovanni Barreto

            Concordo na questão que deveriam ter punições mais severas, mas discordo quando diz que o país tem violência mas não é por causa de falta de armas (isso é questão de pesquisa).
            O bandido de hoje em dia sabe que a sua vítima não anda armada e por isso ele comete o crime (e se for menor de idade é pior ainda).

            Com relação a burocracia. Você acha certo uma pessoa ter de (tentar) provar que precisa de uma arma porque o trabalho é perigoso? E mesmo assim ainda a PF NEGA o direito, pois, acha que não é perigoso tal função.
            Derrubar a campanha de desarmamento não é sair distribuindo armas pra qualquer um, o cidadão terá de passar por vários exames, tanto físico quanto mental) e fazer aulas de tiro, não poderá ter passagem pela polícia e nenhum processo (de qualquer coisa) em seu nome.

            “Um cidadão armado: Mata ou Morre.

            Um cidadão desarmado: Morre.”

          • Alexandre Abreu

            eu concordo com os dois. Acho q no brasil, a maioria das pessoas n tem educação nem estrutura psicológica p ter uma arma e isso e perigoso. Mas acho q o cidadao tem sim o direito de se defender. eu por exemplo sou uma pessoa extremamente calma e me garantiria em ter uma arma.

          • direita reacionária reptiliana

            Não venha puxar sardinha pro estado!! Se você não se vê com competência para empunhar uma arma! Então não compre uma e saia do nosso caminho!!

          • Homer Simpsons

            E Você acha que bandidos cumprem a lei e não tem armas? Um 38 na favela custa 500 reais. E outra existe fabricas clandestinas de armas. Mesmo que não existisse armas eles fabricariam artesanalmente.

          • Mirage TF

            parabéns para vc, é mais inteligente q toda a Harvard.

          • Ana Lúcia

            Conheço bem meu país. Obrigada.

          • Homer Simpsons

            Cara no paraguai é bem mais desigual e pobre no Brasil entretanto os homicidios e assaltos a mão armados são menores que no Brasil. La camelo vende armas. E Super liberal por lá ter armas

          • Homer Simpsons

            Quem disse que é qualquer idiota que teria armas? Haveria controles só que menos rigidos. E Outra por mais preparados e em grupos que estariam sempre correriam risco de pegar grupo de amigos armados tambem. Mais armas reduz o crime não porque as vitimas vão reagir mas porque o bandido não vai arriscar. Em paises em que há mais armas como os EUA existe menos latrocinios, assaltos a mão armadas mas possui mais trafico pois toda “mão de obra” dos bandidos vai pro trafico que e menos arriscado

          • Aoi Haruki

            você realmente acha que as armas vão ser vendidas no mercadinho? eu hein

          • Ana Lúcia

            Nos Eua é justamente assim. 😉 Inclusive armas bem potentes.

        • Homer Simpsons

          Ninguem e obrigado a ter armas, mas o bandido não pode saber quem tem ou quem não tem. Hoje os bandidos tem certeza absoluta que a unica chance de sofrerem é se tiverem o azar de assaltar um policial a paizana

        • Erwen

          Bravo! Sábias palavras Giovanni, a maioria das pessoas que defendem o desarmamento dos cidadãos de bem, não leram sobre as estatísticas mundias e nem mesmo a do nosso próprio país que é descancaradamente a mais óbvia.
          Cidadão armada é sinônimo de menos crimes nas ruas, menos estupros, menos assassinato, isso é fato. Agora se alguém não quer ter uma arma para se defender, tudo bem, ninguém está lhe obrigando a adquirir uma, porém nenhum dos senhores tem o direito de impedir quem quer que seja a ter seu direito constitucional de defesa da sua própria vida e de seus familiares.

        • Adolfo Dido

          Nem discute com uma imbecil dessas. Quando a filha dela for estuprada ou esculacharem alguém da família dela, ela vai mudar de idéia !!!

          • Richard Gouveia

            Negativo ela vai culpa a cultura do estupro. kkkkkk

          • regina lian

            Por que? Não existe a cultura do estupro??????

      • Gabriel

        Isso é achismo, suposição, as decisões não podem ser tomadas por achismos e sim por fatos e os fatos nessa questão são mais do que claros.

        • Ana Lúcia

          Mas os fatos são estes. No Brasil não há, praticamente, punição. Nesse aspecto os bandidos já não tem medo. São 70% de reincidência. Além disso, os bandidos estão sempre se aperfeiçoando sim. Bom exemplo são os crimes pela internet. Um povo despreparado e corrupto armado só vai piorar tudo. Imagina só, 90% dos homicídios não são solucionados, agora pense como seria se houvesse mais pessoas andando armadas por aí. Já matam por qualquer motivo.

          • Gabriel

            Cite exemplos de países minha filha, não quero suposições, quero exemplos.

          • Ana Lúcia

            o único país com porte de armas que me vem agora é os EUA, que possui uma realidade totalmente diferente da nossa. Lá as leis funcionam, a polícia é bem estruturada, a educação funciona, enfim, outra realidade. Quero ver um país semelhante ao Brasil, com leis frágeis, injustiças, violenta, sem educação, etc., dar certo. Alías, nem precisa muito para entender que o problema do país é muito mais complexo do que deixar qualquer um ter armas. Impossível não pensar em outros fatores!

          • Gabriel

            Minha filha você leu a matéria? viu que quando uma população é armada os índices de criminalidade caem?
            e quando desarmada eles aumentam?

            Quem tem de provar que as armas aumentam a violência é você, com dados e não com fantasias pois meu direito de ter armas é garantido por lei e não vai ser lorotas que vai me tirar esse direito.

            Vá pesquisar esse dado que você quer, já te adianto que existe sim, países extremamente pobres, com população bem armada e com índices de criminalidades muito baixos.

          • Ana Lúcia

            quero países semelhantes ao Brasil. Muito fácil dar o sentido que se quer a estes tipos de pesquisas.

          • Gabriel

            Já falei, deixa de ser piolho e vá procura por si mesma.

          • Douglas Escudero

            Iemen, país super pobre mais em segundo lugar com a população mais armada do mundo !
            resultado: é o país subdesenvolvido com as menores taxas de criminalidade do mundo

          • Roberto Andrade

            De onde vc tirou esse dado, cara? O Imen está em guerra civil, me dá o link aí, cara, vamos cadê o link?

          • Filipe silva ferreira

            vc esta vendo o que o douglas disse sobre o lemen? se caso eles tivessem tomado atitudes como as do governo brasileiro e desarmado a população(do jeito que a ana lucia quer), pode ter certeza de que o lemen estaria igual ao Brasil, criminalidade nas alturas.

          • Homer Simpsons

            Paraguai, Iemen, Uruguai, Chile, Argentina quer mais?

          • Marcelo Saretta

            O estatuto “funcionou”, alias desarmou quem?
            O criminoso ou o cidadão de bem?
            Antes andava armado, tinha porte, etc….mudou a lei , me desfiz da arma…você acha que o criminoso agiu assim?

            Por favor, seu ponto de vista é completamente equivocado.
            Mas , se tens tanto medo assim, coloquem uma condição, liberem as armas (não pra todos como na ilusão que criaram e vc acredita,mas sim para os habilitados) e se as estatísticas piorarem, é só voltar atrás, proibir o comércio e recolher as vendidas…pois teriam a relação das pessoas que adquiriram, devido ao controle e fiscalização!

          • Douglas Escudero

            Um grande exemplo disso é o Iemen, país super pobre mais em segundo lugar com a população mais armada do mundo !
            resultado: é o país subdesenvolvido com as menores taxas de criminalidade do mundo
            Essa Ana Lúcia até agora só vive de fantasia (igual a essa esquerda), fatos e exemplos concretos até agora não vi

          • direita reacionária reptiliana

            Essa é a típica visão do estado babá! Eles querem que você conte com o estado para tudo! O Estado na sua infinita sabedoria sabe o que é melhor para você do que você mesmo! Ele é o único que pode te proteger! Você não pode se proteger por que você é propriedade do estado babá! E se não está bom! Problema teu campeão!
            Um Conselho! Mande o estado e toda essa calhorda desarmamentista tomarem no cu e Arme-se de qualquer jeito!

          • Homer Simpsons

            Você ja foi ao paraguai? E ainda mais pobre e desigual que o Brasil com leis tão frouxa quanto só que lá vende arma em camelos. A Taxa de homicidio e mais da metade do Brasil.

          • Marcelo Saretta

            Mais um motivo para revogar o estatuto, se a justiça e a policia não são ineficazes, quero ter meu direito de defesa.

            Entretanto, se a segurança pública tivesse índices aceitáveis, não faria questão de estar armado.

            E vem novamente a falácia de achar que qualquer um teria armas…qualquer um sai pilotando um avião? Não, só quem é capacitado e habilitado…Para o cidadão de bem não ´pe como está agora para o vagabundo, tem uma coisa que se chama controle!!! Ainda mais mediante a arrecadação por causa das taxas de porte…

          • direita reacionária reptiliana

            E ainda tem uns dementes que são contra a redução da maioridade penal! Essa gente quer e botar no rabo de gente de bem!

          • Marcelo Saretta

            Ana, seu erro é achar que todo mundo vai estar armado…
            a) Passar em teste psicológico
            b) Passar em teste de manuseio
            c) Participar de clube de tiro
            d) Ter dinheiro pra comprar o armamento
            e por ai vai….é uma ilusão que criaram achar que toda a população estaria armada, justamente pra inibir a liberação.

            Por acaso, antes do estatuto vc via todo mundo armado?

      • direita reacionária reptiliana

        Não interessa! Em grupos eles já fazem a merda que fazem com cidadão desarmado!!! Pare de impor empecilhos!

      • Homer Simpsons

        Ai assaltar não compensaria.

      • Roberto Barcellos

        Mas se a população estiver autorizada, tenho certeza que o grupo dos bandidos será menor!

    • João Luiz Ribeiro

      A Ana pensa que será vendido arma no mercadinho. Você é muito inocente Ana. Bandido pode comprar arma por 200 R$ na favela. Eles não vão comprar arma de 2000R$ legalizada com número de registro e tudo, e passar por toda a burocracia que continuará sendo obrigatória para todo o cidadão que quiser adquirir uma arma. E outra: geralmente assaltantes já cometeram outros crimes de menor gravidade antes, como posse de drogas, receptação tráfego e coisas do tipo. Dificilmente eles terão a possibilidade de adquirir uma arma legalizada pois já terão passagem. Fica a dica; e pare de falar bobagem blza? Abrç

  • Paulo

    É claro que em um mundo perfeito ninguém precisaria de armas para coisa alguma. Ocorre que vivemos no mundo real, e neste, prefiro ter o direito Constitucional de legítima defesa. Direito esse que foi retirado com o estatuto do desarmamento, ratificado pelo nosso maravilhoso STF. Lembrem-se: após um plebiscito no qual a maioria da população foi contra a proibição da venda de armas. Continuaram com a venda mas impuseram regras quase impossíveis de cumprir e proibiram o porte. Na prática, proibiram o cidadão de bem, porque os bandidos não compram as armas nos estabelecimentos oficiais e nem fazem prova de capacidade técnica ou psicológica. Não estou dizendo para ninguém ir à loja e comprar uma arma para se defender. O que estou dizendo é que devemos ter o direito de escolher. O direito de nos defender de um bandido quando ele adentrar em nossa casa e quiser fazer algum mal a nós ou à nossa família. Certamente que os bandidos pensariam duas vezes antes de fazê-lo, caso pudessem imaginar que do outro lado houvesse alguém com uma arma.

  • Fernando

    Não é preciso formulas de pesquisa nem muito bate boca, primeiro arma para borrado é coisa do diabo, sabe porque por que não foi preparado para isso, vou dar-lhes um exemplo e vocês poderão comprovar se encontrarem um homem com mais de 40 anos e que tenha vivido no território federal de Rondônia nos anos de 1970 até 1980, pois bem eu vivi lá o auge da migração todos andavam armados e com consentimento da policia, você ia a uma loja comprava sua arma e munição e depois até a delegacia onde você passava por uma verificação frente ao delegado se sabia usar a arma municiando e depois desmuniciando sob o olhar do delegado se você manuseava bem a arma estava aprovado na hora e já saia com arma na cintura no coldre mas recebia todas as informações de não usar a ostencivamente e nem em local publico como bares e cabarés a mas alguém vai dizer a população era pequena
    não eram mais de cem mil habitantes e ninguém se matava por nada nem roubavam ums dos outros e todos viviam as casas nem fechaduras usávamos mas quando veio a companhia da pm de Manaus a cidade se encheu de ladrões parece que eles migraram com a lei e quando o território passou para estado foi maior ainda a mudança isto era para ser estudado e esta é a minha contribuição para que possamos entender nunca fui a favor do bang bang mas vivi isto e aprendi que quem faz o bandido somos nos mesmos nos acovardando e .homem que é bandido vai ser sempre bandido,como dizia um velho tio o bichinho já sai mordendo as tetas da mãe

  • Robinson Levy

    Só digo uma coisa: Tiros em Columbine.

  • Gregor Mendes

    Ah que ótimo, voces querem um mndo mais violento? Blz sigam o exemplo dos EUA. As favas as origens e causas da criminalidade e violencia, vamos dando remedios cada vez mais fortes (mais armas) para diminuir os sintomas.
    Quem sabe ate o final de 2030 Tea Party conseguem acabar com o planeta.

    • Andy M

      O texto é bem embasado em um estudo de Harvard, demonstrando de forma inteligível que armar a população diminui a criminalidade e os protege da tirania. Apenas aceite os fatos, aqueles que defendem o desarmamento são pessoas dissimuladas ou burras.

      • Fon

        Nego sofre de Sindrome de Estocolmo, só pode! kkkkkk
        Nunca deve ter sido assaltado de verdade para sentir na pele como somos indefesos, muito menos raiva diante da impunidade criminal de hoje em dia. Apenas uma fração PÍFIA das ocorrências policiais, sejam de qualquer natureza ou crime, são solucionados hoje no Brasil.

        Ser criminoso no Brasil o emprego mais seguro que existe, praticamente nenhuma das suas vítimas irá te surpreender com uma arma na mão, não é verdade?!

    • Agno Luiz Freitas

      O que dizer de um cara com foto de Dawkins.

      • Ana Lúcia

        que tem a ver? acaso ele tirou alguma ilusão tua? 😉

    • Paulo

      o brasil tem 52mil homicídios por arma de fogo e n possui porte de arma, o EUA tem 22mil homicídios por arma de fogo e possui porte de arma, o paraguai que fica ao lado do brasil e possui uma economia parecida e possui 30mil homicídios por arma de fogo e la é liberado, agora me diga o brasil ta indo pro caminho certo? 2015 vai chegar a 60mil mortes por armas de fogo e as armas estão com os bandidos, matando mais que um guerra.
      mostre dados e não achismo.

  • Emanuele

    Muito boa a leitura, mas acho que há alguns pequenos erros quando colocam “a mídia”, provavelmente quem escreveu isso não conhece as mídias… sou jornalista formada e muitas vezes somos OBRIGADOS, isso mesmo, obrigados a escrever determinadas matérias por conta de que atualmente a notícia não é algo imparcial, mas sim produto de venda. Porém acredito que cada pessoa tem sua própria opinião e não é “a mídia” capaz de influenciar nisto…

    • Rômulo Silva

      A tua opiniao ou minha nao interessam, e sim fatos e numeros. Esta mais que comprovado que o gun control nao funciona em lugar nenhum do mundo..

    • Jonas

      Se vcs são OBRIGADOS a escrever algo e esse algo é publicado na “mídia” então é claro que a mídia está propagando este algo. Eles não colocou necessariamente a culpa nos jornalistas, apenas no que é divulgado na mídia, objetiva e friamente (embora, se eu fosse jornalista, já teria pensado em mudar de emprego porque jamais um papel desses ia me satisfazer como profissional).
      Outra coisa, achar que cada um tem sua opinião e a “mídia” não influencia em nada é uma piada né? A maioria das pessoas aceitam a posição mais barulhenta. Abraços!

      • Jonas

        *ele …. *aceita

        • Ozorio Coutinho

          A. Proust dizia: “O Mal Estar da Modernidade está fundado naqueles que se vendem logo de cara”, baratinho, baratinho.

    • Anderson

      você esta errada, e como jornalista deveria saber que a mídia tem o poder de formadora ou pior, manipuladora de opnião.

  • Juba

    Ótima matéria!

    A única coisa que penso sobre os dados da Europa é
    se eles contabilizaram os ataques externos extremistas, sabe-se que o
    continente é alvo de ataques e recrutamento
    terroristas. O que se
    discute é a queda da violência “comum” – se for possível descrevê-la
    assim – e não ao que se refere-se à grupos extremistas. Para esses é
    indiferente qualquer questão legal.

    E como já mencionado pelo
    colega há sim a questão cultural. Sinceramente não sei se seria tão
    benéfico para o Brasil, seria interessante outros estudos, porém é uma
    abordagem inicial válida.

    • Rômulo Silva

      ” ..ha sim a questao cultura” , bla, bla , bla…ha 1001 causas possiveis, menos as armas obvio…

    • Renato

      Juba, você sugere de maneira sutil que os dados europeus podem ser inválidos, dizendo que o aumento da criminalidade nesse continente pode estar relacionado ao aumento de ataques de grupos extremistas e não à diminuição do número de armas nas mãos dos cidadãos comuns. Só se esqueceu que com uma arma, no mínimo, as pessoas podem tentar se defender desses ataques terroristas. Sem armas, essas pessoas ficam vulneráveis e desprotegidas, tornando-se alvos fáceis para esses extremistas citados por você.

  • André Brayner

    Se alguém ler a própria matéria e ir as fontes, o “estudo de havard”, no final da matéria em inglês, de um site “American Civil Rigths Union”, afirma que – “In fact, they go out of their way to stress that their study neither proves that gun control causes higher murder rates nor that increased gun ownership necessarily leads to lower murder rates”. Ou seja, impossível de entender como esse “jornaleco ideológico e nada cientifico”, “epoch times – a serviço da verdade” é feito por pessoas que não sabem ler inglês ou se tão ideológicos que o compromisso de “deturpar verdade” vale mais…. isso por que não gostaria de ingressar no mérito metodológico da pesquisa que compara países de realidade muito distintas, no lugar de comparar a “evolução dos índices de violências” nos países em que aumentaram ou diminuíram o controle….

    • Anônimo

      Tirando esse trecho assim até parece que eles deturparam toda a pesquisa, mas a continuação dessa frase que você citou é “But what is clear, and what they do say, is that gun control is ineffectual at preventing murder, and apparently counterproductive.”. Ou você é muito burro e não continuou lendo, ou está agindo de má fé, tirando a frase fora do contexto só pra parecer que o artigo está mentindo.

    • Carla

      Pois ele citou a mudança ocorrida antes e depois do desarmamento em algumas cidades/países. E as estatísticas colocadas foram para mostrar que o desarmamento não tem nenhuma ligação com a queda da criminalidade, senão assim teria ocorrido nos exemplos dados, que foram muitos. Óbvio que existem realidades diferentes (vc não descobriu a pólvora, meu amigo), mas o texto não faz campanha para o armamento obrigatório do cidadão (que vai de cada um), mas a favor do DIREITO dele se armar se assim julgar necessário. Os exemplos foram para desmentir o discurso que o desarmamento leva à diminuição da criminalidade. Vc acusa os escritores do site de não saberem ler em inglês, mas pelo jeito vc não aprendeu nem a ler em português.

    • Roberto Andrade

      Esse Epoch Times é um jornal fascista até a medula.

      Não tem nada a ver com Harvard.

  • Pingback: Marcos (marcos_m) | Pearltrees()

Leia a diferença. Epoch Times Todos os direitos reservados © 2000-2016