Deputado propõe lei para transformar Antifa em grupo terrorista

Para Carlos Jordy, crime organizado não pode se esconder na figura de protesto social

Por Diário do Poder

O vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, Carlos Jordy (PSL-RJ), apresentou ontem um projeto para alterar a Lei Antiterrorismo e incluir grupos (autointitulados) antifascistas, como o “Antifa” e outros movimentos organizados, que promovam quebradeira e danos ao patrimônio sob a desculpa de “manifestação”. Segundo Jordy, “crime organizado não pode se esconder atrás de figura de protesto social”. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O projeto dá nova redação ao Artigo 2º da Lei 13.260, de 16 de março de 2016, que define o terrorismo.

Para o deputado, esses grupos violentos praticam atos que já são tipificados como condutas consideradas próprias de terrorismo.

Nos últimos dias, copiando atos de grupos dos EUA, a versão brasileira do Antifa também vem promovendo quebra-quebra em protestos.

 
Matérias Relacionadas