Condenados da Lava Jato vão pedir ao STF que seus julgamentos sejam anulados

Por Brehnno Galgane, Terça Livre

Após o Supremo Tribunal Federal (STF) declarar nesta terça-feira (23) o ex-juiz Sergio Moro como suspeito, pelo menos seis condenados na Operação Lava Jato estão preparando um pedido de habeas corpus para que o ministro Luiz Edson Fachin declare a 13ª Vara Federal de Curitiba incompetente para julgá-los.

A 13ª Vara Federal de Curitiba tinha como titular o juiz Sergio Moro, que foi declarado pela Suprema Corte como “incompetente” para julgar o caso do ex-presidiário Lula. O ex-presidente, portanto, teve todas as suas condenações anuladas e, consequentemente, tornou-se “ficha limpa”, podendo, assim, candidatar-se nas próximas eleições.

Entre os seis requerimentos que estão sendo elaborados, encontram-se o do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-governador Sergio Cabral e o ex-senador Gim Argello, informou a Revista Época.

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto aproveitou a oportunidade dada pelo STF e também prepara um requerimento. Por fim, encontram-se na lista ainda os ex-diretores da Petrobras Renato Duque e Jorge Zelada.

Entre para nosso grupo do Telegram.

Veja também:

 

 
Matérias Relacionadas