Como saber se seu sinal é um melanoma benigno ou maligno e o que fazer

Você pergunta: É um sinal benigno ou um melanoma maligno? Esta é uma questão importante, uma vez que os casos de melanoma continuam a aumentar.

É chocante o fato de que a incidência de novos casos de melanoma seja agora maior do que o número de cancros da mama, pulmão, próstata e intestino grosso juntos. Então, como você pode evitar morrer com esta doença?

O Dr. Allan Halpern, chefe de dermatologia no Centro do Câncer de Sloan-Kettering em Nova York, afirma que as pessoas que têm 50 sinais ou mais  em seu corpo têm um maior risco de desenvolver melanoma. Além disso, o risco aumenta se você tem cabelos ruivos ou loiros, olhos azuis ou verdes, ou tende a queimar facilmente com o sol. Você também está mais seguro se não tiver sardas.

Halpern acrescenta que as crianças que sofrem queimadura solar em uma idade precoce, do tipo  que nunca se esquece, também estão em maior risco do que aqueles que têm trabalhado ao ar livre durante uma série de verões.

A mentalidade machista ou o pensamento de que isso não vai acontecer comigo coloca os homens em maior risco do que as mulheres.

As pessoas de pele escura têm uma taxa de mortalidade mais elevada de melanoma do que as de pele mais clara. A razão principal é que os melanomas são menos suscetíveis de serem vistos, até que atinjam uma fase avançada. Eles também são mais propensos a obter melanomas em áreas do corpo onde é mais difícil de se detectar, como na sola dos pés, por exemplo.

Como você pode saber  a diferença entre um sinal benigno e um que pode matá-lo? É muito fácil, porque sua aparência é bem marcada. Por exemplo, os melanomas podem se manifestar de diversas cores. Alguns são pretos e possuem um tom escuro nos arredores.

Outros contêm uma mistura de cores: branco, roxo, azul ou vermelho. Quase todos as pintas perigosas têm margens irregulares ou indefinidas. Na maioria das vezes, são maiores do que a borracha presente na extremidade de um lápis.

Melanoma (Aydindurdu/Dreamstime.com)
Melanoma (Aydindurdu/Dreamstime.com)

O Dr. Halpern adverte que devemos ficar atentos de o sinal desenvolver uma sensação de formigueiro ou coceira, cresça, torne-se ulcerada, ou sangre facilmente.

O problema é que alguns melanomas têm o mesmo tom da pele e são facilmente perdidas até mesmo por especialistas. Há vários anos, um estudo mostrou que os dermatologistas, cirurgiões plásticos e cirurgiões não conseguiram fazer o diagnóstico em 35% dos casos!

Portanto, há uma velha máxima cirúrgica a qual é aconselhável prestar atenção em casos questionáveis. “Em caso de dúvida, é melhor tirar.” Nenhum médico quer remover um apêndice normal, mas extirpar um sinal suspeito não prejudica ninguém, mesmo que o diagnóstico final indique que o sinal é benigno.

Para diminuir a taxa de mortalidade por melanoma, é importante fazer uma verificação anual de seu corpo nu. Mas como não é possível ver com clareza as próprias costas, é recomendado que encontre um parceiro disposto a ajudá-lo. Então, se houver qualquer dúvida, consulte o seu médico.

Seja como for, há algumas boas notícias. A taxa de sobrevivência de cinco anos para melanomas é de 98% se forem tratados precocemente, antes da metástase para os gânglios linfáticos.

Em caso de dúvida, é melhor tirar, pois pode salvar sua vida.

Dr. Gifford-Jones é jornalista e médico, e possui um consultório privado em Toronto. Seu site é DocGiff.com. Ele pode ser contatado em Info@docgiff.com

 
Matérias Relacionadas