Cidade de Hawaiian Gardens na Califórnia emite documento condenando extração de órgãos

Por Sarah Le, Epoch Times

A cidade de Hawaiian Gardens pode ser a menor cidade do Condado de Los Angeles, mas recentemente ela deu um grande passo para a conscientização sobre uma das atrocidades mais chocantes do mundo.

Reynaldo O. Rodríguez, prefeito de Hawaiian Gardens, abriu a sessão ordinária da Câmara Municipal na tarde de terça-feira passada (13). Durante a parte das apresentações e proclamações, o prefeito interino Barry Bruce apresentou uma proclamação assinada pelo prefeito: “Unir-se em solidariedade com os praticantes do Falun Dafa na China para condenar a prática de retirada ilegal e não consentida de órgãos”.

Falun Dafa, também conhecido como Falun Gong, é uma disciplina espiritual milenar que está sendo perseguida na China desde 1999. Muitos praticantes foram presos, condenados e torturados por suas crenças, e um grande número deles se tornaram vítimas de um programa, aprovado pelo regime chinês, de extração forçada de órgãos, onde os prisioneiros são assassinados sob demanda e seus órgãos são vendidos, de acordo com “Uma atualização da ‘Colheita Sangrenta’, ‘O matadouro’ e outras investigações divulgadas.

O prefeito interino enfatizou que a Câmara Municipal de Hawaiian Gardens concordou com a proclamação.

“Queremos ter certeza de que a cidade saiba sobre isso, queremos ter certeza de que os moradores saibam sobre isso, queremos ter certeza de que nosso Estado saiba sobre isso, que o nosso país saiba sobre isso, e que o mundo inteiro saiba sobre isso, porque isto é um genocídio dos mais horríveis, e está acontecendo no nosso mundo de hoje “, disse Barry Bruce.

A proclamação foi entregue a Michael Ye, advogado local da Associação do Falun Dafa, que falou previamente à Câmara Municipal sobre a perseguição e a extração forçada de órgãos na China.

Prefeito interino Barry Bruce lê a proclamação junto com o advogado de direitos humanos Michael Ye na sessão da Câmara Municipal de Hawaiian Gardens, na Califórnia, em 13 de março de 2018 (Epoch Times)
Prefeito interino Barry Bruce lê a proclamação junto com o advogado de direitos humanos Michael Ye na sessão da Câmara Municipal de Hawaiian Gardens, na Califórnia, em 13 de março de 2018 (Epoch Times)

“Eu realmente aprecio esta proclamação”, disse Michael Ye. “Estamos ajudando dezenas de milhões de praticantes do Falun Dafa que estão sendo brutalmente perseguidos e correndo o risco de terem seus órgãos extraídos à força”.

A proclamação insta o presidente dos Estados Unidos a “realizar uma investigação completa e transparente” sobre as práticas de extração de órgãos por parte do Partido Comunista Chinês, além de processar os envolvidos em tais crimes.

 
Matérias Relacionadas