Caminhos constitucionais para vitória de Trump

Por Ricardo Roveran, Terça Livre

O professor e advogado Alan Dershowitz apontou caminhos constitucionais para a vitória de Donald Trump no pleito presidencial que se desenvolve nos Estados Unidos. Ao analisar no domingo (22) o cenário de denúncias de fraude, ele elencou atitudes judiciais que poderiam conduzir o republicano à vitória.

Na Pensilvânia, por exemplo, há argumentos jurídicos muito fortes: os tribunais do estado modificaram o que a legislatura determinou sobre a contagem dos votos após o fim do dia das eleições.

Trump precisa de testemunhas, especialistas sujeitos à interrogatórios e conclusões de um tribunal, disse Alan.

Por outro lado, Dershowitz também apontou que o tempo do mandatário é escasso e que se nada for feito não haverá retorno após certificação das eleições pela Justiça.

Segundo o professor, o argumento mais forte seria a adulteração de centenas de milhares de votos via software de computador. Se Trump mantiver os delegados de Biden abaixo de 270, o destino do assunto será a Câmara, na qual os republicanos tem maioria, observou.

Alan Dershowitz é um advogado dos Estados Unidos da América, professor em Harvard e estudioso do conflito árabe-israelense, conhecido por adotar posições ‘pró-Israel’. Em setembro ele abriu um processo por difamação contra a CNN pedindo US$ 300 milhões (cerca de R$ 1,5 milhão).

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas