‘Caixa preta’ do BNDES é do tamanho da sede do banco, no Rio de Janeiro

Aparência de legalidade em contratos com Odebrecht ou JBS não elimina a 'caixa preta'

Por Diário do Poder

O BNDES usa suas conexões para manipular a auditoria que avaliou “regulares” seus contratos nos governos petistas, negando a “caixa preta”. Mas isso é tão verdadeiro quanto nota falsa. Seus contratos são tão legais quanto todos aqueles firmados pela Odebrecht, por exemplo, após fraudar licitações em governos estaduais e federal. Não há corrupção sem contratos bem feitos, e até mesmo auditados. A “caixa preta” do BNDES é mais ou menos do tamanho de sua sede, no Rio. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O BNDES produziu a falácia de que ali ninguém fez nada de errado, e sim diretores que recebiam ordens para favorecer JBS, Odebrecht etc.

A cúpula do BNDES, a serviço do Planalto, sempre contou com as áreas jurídica e técnica internas para fazer parecer que era tudo legal.

A não ser em razão do aparelhamento partidário, não se entende por que ninguém do BNDES, com tantas evidências, denunciou as tretas.

 
Matérias Relacionadas