Caixa de biscoitos liberta animais de suas gaiolas

As crianças têm apreciado os biscoitos em forma de animais da Barnum, fabricados pela Nabisco, desde 1902. Desde então, eles têm inspirado de tudo: desde marcas falsas a outros tipos de biscoitos de animais sendo que até músicas e filmes foram lançados sobre os divertidos e amigáveis ​​mimos.

Depois de mais de 100 anos, porém, a Nabisco fez uma pequena mas significativa mudança no design de suas embalagens revelando seu interesse por melhorias nos direitos dos animais.

Embalagens antigas de biscoitos de animais Barnum mostram animais aprisionados como se estivessem em um circo. AP | Kiichiro Sato
Embalagens antigas de biscoitos de animais Barnum mostram animais aprisionados como se estivessem em um circo (AP | Kiichiro Sato)

A caixa Animal Crackers da Barnum ainda possui as cores vermelhas e amarelas icônicas, com os animais artisticamente desenhados dentro e na frente da caixa.

No passado, porém, o design carecia de um pouco de liberdade para os próprios animais.

Os biscoitos homenageavam o circo de Barnum e Bailey exibindo as mesmas cores vivas do icônico show itinerante e o design do pacote também incluía a carroça de circo em que os animais provavelmente teriam sido mantidos enquanto viajavam de cidade em cidade. As rodas ornamentadas e as barras da gaiola eram sutis, mas estavam ali.

Nos últimos anos o tratamento de animais de caça tem sido priorizado por grupos de defesa dos direitos dos animais e as pequenas e confinadas gaiolas de circo tem sido consideradas prejudiciais para os artistas de quatro patas.

Atualmente, com a mudança da sociedade, a Nabisco decidiu acabar com esse projeto para acompanhar os tempos e tem entusiasmado o público com a nova embalagem.

A nova embalagem do Barnum's Animal Crackers apresenta todos aqueles velhos animais em liberdade (AP | Charlie Neibergall)
A nova embalagem do Barnum’s Animal Crackers apresenta todos aqueles velhos animais em liberdade (AP | Charlie Neibergall)

“Quando a PETA contactou a Barnum nós vimos uma grande oportunidade de continuar a manter a marca moderna e contemporânea”, disse Jason Levine, diretor de marketing da Mondelez para a América do Norte, em um comunicado.

Neibergall
Neibergall

A PETA enviou à Nabisco um desenho de um esboço do que eles achavam que refletiria melhor os valores da sociedade atual, que parece muito semelhante ao que a Nabisco acabou adotando. Os animais ainda estão lá e as cores continuam as mesmas, mas pela primeira vez em mais de um século os animais foram libertados.

“Os consumidores de hoje são consumidores espertos e querem comprar produtos que sejam consistentes com seus valores”, disse Debbie Leahy, gerente de proteção da vida silvestre em cativeiro da Humane Society. “Estamos felizes em ver que a Nabisco está acompanhando as tendências”.

 
Matérias Relacionadas