Bojian Li, formidável dançarino que leva humildade aos palcos

Bojian Li, formidável dançarino que leva humildade aos palcos

O Sr. Bojian Li na Competição Internacional de Dança Clássica Chinesa da NTDTV (Edward Dai/The Epoch Times)

2014/08/13

O Sr. Bojian Li ganhou ouro três vezes consecutivas (2008-2010) na Competição Internacional de Dança Clássica Chinesa da NTDTV. Além deste impressionante feito, ele também é o dançarino principal atuando pela companhia Shen Yun Performing Arts, além de auxiliar de professor.

Em 2007, este canadense originário de Xinjiang, China, juntou-se à Academia das Artes Fei Tian para estudar dança clássica chinesa. Depois de passar nos rigorosos exames, ele foi selecionado para atuar com o prestigiado Shen Yun.

“Como dançarino principal, eu estou sob muita pressão no palco”, disse o Sr. Li. “Eu tenho de estar sempre no meu melhor. Eu devo estar presente emocional e espiritualmente para poder não só tocar o público, mas também para estimular meus colegas bailarinos que atuam ao meu lado.”

Ser um modelo para outros dançarinos não é uma responsabilidade pequena. Além das muitas horas de prática que o Sr. Li deve concluir diariamente, ele também ajuda a ensinar em algumas classes na Fei Tian.

“É uma experiência diferente ajudar nas aulas”, disse ele. “Como um bailarino, você tem de ser muito emocional em cena, mas, como auxiliar de professor, você tem de ser muito lógico, claro e recolhido e saber encontrar rapidamente a melhor maneira de fazer ou expressar algo.”

A companhia de dança clássica chinesa Shen Yun tem tido um desenvolvido rápido, acompanhado de grande popularidade. Bojian Li diz que a missão da empresa é o que o impulsiona.

“O Shen Yun tem uma missão nobre e uma grande visão. A companhia ajuda a promover a cultura tradicional chinesa e a expor questões críticas que ocorrem na China atualmente”, disse ele, referindo-se aos mais de 13 anos de torturas e perseguições a que os praticantes do Falun Dafa têm sido submetidos nas mãos das autoridades do regime chinês. Durante suas viagens com a companhia, o Sr. Li diz ter sentido profundamente o impacto do Shen Yun na audiência.

“Dá-nos grande humildade falar com o público e ver como eles são tocados pelo que fazemos”, conta ele. “Alguns choram e nos dizem: ‘É magnífico – mudou minha vida’. É uma emoção tão positiva, tanta admiração, que sinto que devo me esforçar ainda mais para atender a suas expectativas.”

Tendo se apresentado pelo Shen Yun nos últimos anos, outra experiência que se destaca ao Sr. Li foram suas atuações em Taiwan. “Somos sempre bem-vindos com muito entusiasmo. Apresentar-se em Taiwan nos aproxima de nosso povo. É comovente, porque agora não podemos atuar na China continental.”

Quando o Sr. Li está no palco, muitas vezes ele faz o papel representando um praticante do Falun Dafa que é perseguido por sua fé, mas que triunfa com sua retidão e não-violência.

“Toda vez que represento esse papel, meu primeiro pensamento é que quero ajudar a trazer a verdade à tona. Ouvimos e lemos essas histórias e conhecemos pessoas que enfrentaram a perseguição, por isso, temos ideia de quanta dificuldade elas passaram. Eu tento reviver sua experiência no palco.”

Para mais informações, visite: ShenYunPerformingArts.org

O Epoch Times se orgulha em patrocinar o Shen Yun Performing Arts