Auditor da Aneel é preso em São Paulo com uma mala de dinheiro

Um auditor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) foi preso na tarde desta segunda-feira (1) suspeito de extorsão.

Iuri Conrado Posse Ribeiro foi encaminhado à 2ª Delegacia de Inestigações sobre Fraudes Financeiras e Econômicas após ser surpreendido no momento em que recebia uma mala com 400 mil reais.

Leia também:
China apreende grande quantidade de dinheiro falsificado
Códigos QR são estampados em dinheiro para contornar bloqueio da internet na China
Crime organizado da Itália e Brasil são líderes na ‘lavagem de dinheiro’ na Europa

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, a quantia era “exigida para que não atrapalhasse os negócios de um empresário do ramo”.

O auditor foi flagrado dentro de um shopping na Avenida Faria Lima, o Iguatemi.

A vítima procurou agentes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) para pedir ajuda.

Responsável pelo caso, o delegado Walter Ferrari, do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), monitorava o auditor há dois meses.

A função de Ribeiro era validar o cumprimento de contratos entre empresários e o governo federal.

“A vítima tinha contratos com o governo para investir em infraestrutura. O cumprimento de metas resultava em bônus.

O auditor dizia que, se não recebesse a propina, atrapalharia a obtenção desses benefícios”, disse o delegado.

A Aneel informou que o servidor é concursado e trabalha na sede da agência em Brasília – é especialista em Regulação. O órgão informou que vai abrir um processo administrativo disciplinar para investigar o caso.

 
Matérias Relacionadas