Aplicativo móvel é projetado para detectar COVID-19 pelo som da tosse

Aplicativo estará disponível nas próximas semanas, embora já tenha sido aberto um site onde os interessados, incluindo pacientes com COVID-19, possam registrar a tosse para ajudar a criar um “banco de dados”

Por Agência EFE

Cinco pesquisadores da Escola Politécnica Federal de Lausanne (Suíça) estão desenvolvendo um aplicativo móvel que determinará se uma pessoa sofre ou não de COVID-19 após registrar e analisar sua tosse, de acordo com um comunicado desta instituição.

Chamado “Coughvid”, o aplicativo estará disponível nas próximas semanas, embora já tenha sido aberto um site onde os interessados, incluindo pacientes com COVID-19, possam registrar a tosse para ajudar a criar um “banco de dados” que usará inteligência artificial para realizar os diagnósticos.

A equipe de pesquisadores, liderada pelo professor da escola de engenharia da EPFL, David Atienza, baseou sua ideia no fato de que um dos principais sintomas do COVID-19 é a tosse seca, sem muco, e não a tosse comum de um resfriado ou alergia.

Ele também levou em consideração que muitos médicos pedem que os pacientes tussam para ajudá-los a diagnosticar sua doença respiratória.

O aplicativo busca “ser uma alternativa aos testes convencionais”, disse Atienza, que explicou que os resultados serão conhecidos imediatamente e terão uma taxa de confiabilidade de 70%.

O engenheiro esclareceu que o pedido, no entanto, não deve substituir de forma alguma um exame médico, e aconselhou que aqueles que consideram que podem ter contraído a doença devem procurar ajuda profissional.

O site “Coughvid” (trocadilho entre COVID e “cough”, que significa “tosse” em inglês) alerta que a tosse é atualmente uma atividade “potencialmente perigosa”, por isso aconselha aqueles que registram a tosse a fazê-lo cobrindo a boca com o braço ou protegendo o microfone do celular ou do computador com um plástico.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas