Agora é oficial! Fusão dos grupos Fiat Chrysler e Peugeot é concluída

A partir de agora, as marcas estão vinculadas ao novo grupo, a Stellantis

Por Diário do Poder

A fusão entre a Peugeot S.A. (Groupe PSA) e a Fiat Chrysler Automóveis (FCA), que conduz o caminho para a criação da Stellantis, foi oficializada neste sábado (16).

As ações ordinárias da Stellantis começarão a ser negociadas na Euronext, em Paris, na França, e no Mercato Telematico Azionario, em Milão, na Itália, na próxima segunda-feira, 18 de janeiro, e na Bolsa de Valores de Nova York, nos Estados Unidos, na terça-feira, 19, em cada caso com o registro “STLA”.

Em comemoração ao primeiro dia da Stellantis, John Elkann, presidente, e Carlos Tavares, CEO, do novo grupo, tocarão o tradicional sino de abertura nas três bolsas de valores em que as ações da Stellantis serão listadas.

A Stellantis

Conforme aprovado anteriormente pelos conselhos dos dois grupos, a Stellantis será uma combinação completa de seus respectivos negócios na forma de uma fusão 50/50. John Elkann (CEO da FCA) será o Presidente e Carlos Tavares (CEO da PSA) o CEO do novo grupo.

Com a oficialização do acordo pelas Assembleias, a Stellantis será a quarta maior fabricante de automóveis do mundo, com quase 20 marcas diferentes e cerca de 8,7 milhões de veículos produzidos anualmente. A receita combinada da nova empresa deve girar em torno de 170 bilhões de euros, com lucro operacional recorrente acima de 11 bilhões de euros.

O nome do novo grupo tem raiz no verbo latino “stello”, que significa “iluminar com estrelas”. As empresas afirmam que o nome se inspira nesse novo e ambicioso alinhamento de marcas automotivas renomadas e fortes culturas empresariais que, ao se unirem, estão criando um dos novos líderes na próxima era da mobilidade.

A marca (nome e logo) da Stellantis será usada exclusivamente para se referir ao novo grupo, como uma empresa corporativa. Os nomes e os logos das marcas constituintes do Grupo Stellantis permanecerão inalterados.

 

 
Matérias Relacionadas