www.epochtimes.com.br | SHENYUN.COM Find a show near you CompartilharCompartilhar
Share this with everyone!
close

Empresário e investidor veio do Brasil para assistir ao Shen Yun

06/05/2012
O empresário e investidor brasileiro Guilherme Silva, com sua esposa Gisele, no Lincoln Center, no sábado. O casal viajou do Brasil para Nova York para assistir o Shen Yun Performing Arts (Dan Skorbach/The Epoch Times)

Apesar das três grandes companhias do Shen Yun realizarem turnês pelo mundo com a missão de reviver os 5.000 anos de civilização chinesa, o Shen Yun ainda não se apresentou no Brasil. A companhia sediada em Nova York retrata lendas e contos antigos contemporâneos através da dança étnica, folclórica e clássica chinesa.

O Sr. Silva sentiu um poder espiritual vindo do palco.

“Eu pude sentir a vibração, a energia foi muito agradável”, disse Silva. O budismo, o taoísmo e o confucionismo formaram a cultura chinesa ao longo de sua longa história, segundo o website do Shen Yun. E os chineses têm sua cultura inspirada no divino.

A esposa do Sr. Silva pratica o Falun Dafa, uma prática de meditação espiritual chinesa. Uma das danças, “A Escolha”, mostra a perseguição ao Falun Dafa conduzida pelo atual regime comunista chinês.

“Gostaríamos muito de ver o espetáculo no Brasil, para que as pessoas se conscientizem dessas coisas que estão acorrendo em outras partes do mundo”, comentou o Sr. Silva.

Inspiração para a bondade

O especialista legal Luz Cabrera disse que encontrou inspiração para ser gentil com todas as pessoas após assisir o espetáculo do Shen Yun.

“As letras das canções realmente tocaram minha alma”, disse Cabrera, sobre as músicas cantadas pelos tenores e sopranos, alternadas entre as peças de dança. Apesar de serem cantadas em chinês, as letras traduzidas apareceram no cenário digital, que também definia a cena com uma paisagem chinesa.

“Eu senti uma mensagem muito boa de paz e positividade e que precisamos olhar uns pelos outros e sermos gentis. Essa foi a mensagem que tive das músicas”, disse Cabrera.

O médico Evelio Chenique apreciou o Shen Yun no Lincoln Center no sábado (Tara MacIsaac/The Epoch Times)

O céu encontra e terra, o Oriente encontra o Ocidente

O médico Evelio Chenique se encantou pelo modo como os seres divinos interagem nas cenas com os seres humanos e o reino humano do começo ao fim do show do Shen Yun.

“É uma combinação da Terra e do céu juntos de uma forma fascinante”, disse o Dr. Chenique. Ele comentou que o conceito de interação entre os reinos divino e humano é novo para a mente ocidental contemporânea.

“O ocidente e o oriente têm pontos de vista tão diferentes da vida, do que é divino”, disse o Dr. Chenique.

Ele disse que foi “maravilhoso, emocionante […] uma experiência magnífica.”

Para mais informações, visite: ShenYunPerformingArts.org

O Epoch Times se orgulha em patrocinar o Shen Yun Performing Arts.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT