Vinhedos chineses podem ameaçar habitat dos pandas

Um panda gigante sobre numa árvore na reserva de Bifengxia após um terremoto de magnitude 7.0 que atingiu a província de Sichuan em 20 de abril de 2013. Autoridades chinesas estão desenvolvendo vinhedos em território dos pandas e um estudo recente mostra que essas florestas são ideais para vinicultura devido à mudança climática (STR/AFP/Getty Images)
Panda gigante sobre numa árvore na reserva de Bifengxia após um terremoto de magnitude 7.0 que atingiu a província de Sichuan em 20 de abril de 2013. Autoridades chinesas estão desenvolvendo vinhedos em território dos pandas e um estudo recente mostra que essas florestas são ideais para vinicultura devido à mudança climática (STR/AFP/Getty Images)

Enquanto a indústria vinícola da China cresce, autoridades comunistas estão ansiosamente promovendo o desenvolvimento de vinhedos em detrimento do território selvagem dos pandas.

Em Sichuan e Shaanxi, por exemplo, há mais de 1.600 pandas gigantes em florestas nativas, mas as autoridades planejam expandir as áreas de vinicultura na região e em outras partes pela China. Por exemplo, o Ministério da Ciência e Tecnologia aprovou um plano de US$ 3 milhões para promover a vinicultura na Prefeitura de Ningxia, como relatado recentemente no Wenweipo.

Lee Hannah, cientista norte-americano e especialista em mudança climática, descobriu num estudo recente que os efeitos do aquecimento global sobre locais onde vinhedos podem ser cultivados mostram que muito do habitat natural dos pandas é adequado. A pesquisa mostra que até 2050, 25-73% dos vinhedos atuais não será mais capaz de produzir.

“Acredite ou não, a China é a região do mundo onde mais cresce a produção de vinho”, escreveu Hannah no blogue da Conservation International. “Ao comprar agressivamente tanto vinho como vinhais, a elite do país está elevando o preço de ambos. Quando este fervor por vinho da classe alta atingir a classe média chinesa, a demanda explodirá.”

“Muito dessa demanda será atendida por importações, mas a China tem áreas adequadas para o cultivo de uvas para vinho e a produção começará lá também. Essas áreas são as mesmas montanhas que são habitat dos pandas gigantes, de modo que a expansão do vinho na China pode ter repercussões para o que é sem dúvida um dos animais mais emblemáticos do mundo.”

Na prefeitura autônoma tibetana de Ganzi em Sichuan, muitos agricultores locais estão incertos sobre o cultivo de uvas, apesar da forte promoção da ideia por oficiais locais, segundo o Diário da Manhã do Sul da China. As autoridades têm limpado áreas de floresta para os vinhedos.

“O entusiasmo é grande e a ambição é enorme”, disse Pu Biao, especialista em vinicultura da Universidade Agrícola de Sichuan, ao Diário. “Ter muitos oficiais cultivando uvas para vinho parece ser um atalho perfeito para o desenvolvimento econômico.”

“No entanto, eu lhes disse que plantações em grande escala não são apropriadas nas regiões montanhosas de Sichuan. Mas se eles ouviram ou não está além do meu controle.”

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas