Vídeo mostra aviões furtivos de combate da Rússia voando na Síria

Por Simon Veazey, Epoch Times

Imagens de vídeo surgiram do que se afirma serem dois aviões furtivos de combate russos de nova geração numa base aérea na Síria.

A nova aeronave é o primeiro caça furtivo da Rússia, apelidado de “fantasma aéreo” pela mídia russa.

A presença dos caças Su-57 no dia 21 de fevereiro, que desceram na base aérea russa de Hmeimim em Latakia, foi confirmada mais tarde por uma imagem de 24 de fevereiro de um satélite israelense.

O Su-57 é o primeiro jato de combate russo a empregar tecnologia furtiva e se assemelha em função e aparência aos aviões F-22 e F-35 da Força Aérea dos Estados Unidos.

Revelado primeiramente ao mundo em novembro do ano passado, o Su-57 não deve entrar no serviço militar operacional pleno até 2019.

Algumas mídias russas especulam que os jatos devem estar passando por exercícios/testes de combate.

Este vídeo também mostra um breve vislumbre de um avião Su-35, uma aeronave usada para testar e modificar alguns dos sistemas projetados para o Su-57.

Uma imagem de satélite divulgada no sábado, 24 de fevereiro, por um contratado da defesa israelense confirma a presença de pelo menos dois dos aviões furtivos russos. Não está claro se eles serão usados ​​em combate na Síria, uma vez que a aeronave ainda está tecnicamente em fase de desenvolvimento.

O Su-57 constituiria a base para uma joint venture entre a Rússia e a Índia para produzir uma aeronave para esse país, um programa que tem sido questionado desde sua concepção. A Rússia tem usado a guerra civil na Síria como um campo de testes e uma oportunidade exibição para dezenas de novas armas, dizem analistas e a ImageSat International, que filmou a imagem do Su-57 com um dos seus satélites EROS.

Crédito: Wael Al Hussaini via Storyful

 
Matérias Relacionadas