Vaticano confirma: papa parabenizou Joe Biden

Por Bruna de Pieri, Terça Livre

O papa Francisco, líder da Igreja Católica, parabenizou o democrata Joe Biden pela “vitória” nas eleições americanas em ligação que ocorreu na manhã de ontem (12). A notícia foi confirmada pelo diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni.

De acordo com declaração da campanha Biden-Harris, o democrata expressou seu desejo de trabalhar em conjunto com o Pontífice com base em uma “crença compartilhada” na dignidade e igualdade de toda a humanidade, principalmente em questão de “cuidar dos marginalizados e dos pobres, enfrentar a crise das mudanças climáticas, acolher e integrar os imigrantes e refugiados”.

Já o Vaticano afirma que a conversa entre os dois segue a saudação dos bispos americanos que, através de uma mensagem do presidente da Conferência Episcopal dos Estados Unidos, dom José H. Goméz, arcebispo de Los Angeles, o parabenizou como o “segundo presidente católico do país, depois de John F. Kennedy”.

Conforme já noticiou o Terça Livre, o tão “católico” Joe Biden foi impedido por um padre de receber a sagrada comunhão. Publicamente a favor do assassinato de bebês no ventre materno, Biden, pelo Código de Direito Canônico, automaticamente é excomungado da Igreja.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas