UNESCO pede que Filipinas investiguem duplo assassinato de jornalistas

Irina Bokova, a diretora da UNESCO
Irina Bokova, a diretora da UNESCO (Ania Freindorf/UNESCO)

A chefe da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) pediu nesta sexta-feira (2) que as Filipinas investiguem os assassinatos de dois jornalistas e levem os responsáveis a julgamento.

De acordo com relatos da mídia e da polícia, os colunistas Richard Kho e Bonifacio Loreto, do jornal Aksyon Ngayon, levaram diversos tiros de dois homens em motos no dia 30 de julho, quando conversavam na frente de uma loja de conveniências em Manila.

“As mortes de Richard Kho e Bonifacio Loreto não podem ficar impunes”, disse a diretora da UNESCO, Irina Bokova.

“O assassinato de um jornalista é um ataque direto contra o direito básico de liberdade de expressão e ao direito da sociedade de acesso à informação”, explicou Bokova, “Exige uma resposta rápida para mostrar àqueles que usam o medo e a violência para silenciar a mídia que esses atos não serão tolerados.”

Esta matéria foi originalmente publicada pela ONU Brasil.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas