Trump: investigação de colusão deixa relações EUA-Rússia piores do que na Guerra Fria

Investigação está quase fazendo aniversário e até agora não produziu nenhum resultado que apoie as acusações

Por Ivan Pentchoukov, Epoch Times

Durante o dia de ontem (11), o presidente Donald Trump lamentou o declínio das relações com Moscou, que estão ficando abaixo dos níveis existentes durante a Guerra Fria, e culpou a investigação sobre a colusão com a Rússia como responsável pela situação. Ao mesmo tempo, os Estados Unidos se preparavam para responder a um suposto ataque químico realizado pelo regime sírio que tem a Rússia como aliado.

“Grande parte do mal-estar com a Rússia foi causada pela investigação sobre a falsidade e a corrupção dos russos, liderada por todos os leais democratas, ou pessoas que trabalharam para Obama”, escreveu Trump no Twitter.

O comentário do presidente foi feito pouco depois de ele advertir a Rússia de que os EUA atacariam o regime de Bashar al-Assad. O aviso de Trump foi uma resposta a uma ameaça anterior da Rússia de derrubar qualquer míssil que os Estados Unidos lançassem contra a Síria.

A presença de forças russas na Síria tem complicado os esforços norte-americanos na região. Os últimos comentários levaram as duas potências mundiais à beira do conflito armado em um momento em que as relações entre Washington e Moscou estão passando por seu maior declínio em várias frentes.

Neste momento crucial, Trump poderia se sair bem, considerando que ele tem um amplo leque de opções diplomáticas; no entanto, sua mensagem parece sugerir que a investigação sobre a colusão russa está limitando o que ele pode fazer e comprometendo a ordem mundial.

“Nossas relações com a Rússia estão piores do que nunca, e isso inclui o tempo da Guerra Fria. Não há nenhuma razão para isso “, tuitou Trump ontem. “A Rússia precisa de nós para ajudar com a sua economia, algo que seria muito fácil de fazer, e precisamos que todas as nações trabalhem em conjunto.”

Trump se dirigiu especificamente ao assessor especial Robert Mueller — que lidera a investigação sobre se a campanha de Trump teve o auxílio da Rússia para influenciar o resultado da eleição de 2016 — dizendo que “Mueller é o mais conflitante de todos.” Trump também destacou que a equipe de Mueller é composta inteiramente por Democratas e pessoas que trabalhavam para o presidente Barack Obama.

A investigação de Mueller está quase fazendo aniversário e até agora não produziu nenhum resultado que apoie as acusações de colusão. Essa investigação é uma dentre as várias lançadas desde as eleições de 2016. Nenhuma delas encontrou qualquer prova de conspiração de Trump com a Rússia.

Colaborou: Agência Reuters

 
Matérias Relacionadas