Trump afirma que EUA designarão Antifa como organização terrorista

Por Jack Phillips

O presidente Donald Trump disse no domingo que o governo federal declarará o Antifa, um grupo de extrema esquerda intimamente ligado a movimentos comunistas e quase-marxistas, como organização terrorista, enquanto protestos violentos continuam a atormentar cidades nos Estados Unidos após a morte de um negro em Minneapolis.

“Os Estados Unidos da América designarão a ANTIFA como uma organização terrorista”, escreveu Trump em uma série de tweets, culpando os distúrbios durante protestos contra a brutalidade policial em Antifa e outros elementos da “esquerda radical”.

Além disso, os meios de comunicação mais antigos estão “fazendo todo o possível para promover o ódio e a ilegalidade” nos Estados Unidos, acrescentou.

Veja também:

O PCC está com os dias contados

“Enquanto todos entenderem o que estão fazendo, que são NOTÍCIAS FALSAS e pessoas muito ruins com uma agenda doente, podemos ignorá-las facilmente até que elas (alcancem) a GRANDEZA!” Escreveu o presidente.

De acordo com uma contagem da Associated Press, mais de 1.400 pessoas foram presas em todo o país desde quinta-feira, em conexão com protestos pela morte de George Floyd, que morreu sob custódia policial em Minneapolis. Ele morreu na segunda-feira depois que o policial Derrick Chauvin colocou o joelho em volta do pescoço, embora a autópsia mostrasse que Floyd não morreu de estrangulamento ou privação traumática de oxigênio.

Os manifestantes marcham pela rodovia que deixa St. Paul no caminho para o US Bank Stadium em Minneapolis, através da ponte Saint Anthony Falls no quarto dia de protestos e violência após a morte de George Floyd, em Minneapolis, Minneapolis, em 29 de maio de 2020 (Charlotte Cuthbertson / The Epoch Times)
Manifestantes marcham pela rodovia que deixa St. Paul no caminho para o US Bank Stadium em Minneapolis, através da ponte Saint Anthony Falls no quarto dia de protestos e violência após a morte de George Floyd, em Minneapolis, Minneapolis, em 29 de maio de 2020 (Charlotte Cuthbertson / The Epoch Times)

Chauvin foi preso e acusado de assassinato em terceiro grau, mas isso foi pouco para conter a violência.

Pelo menos 1.383 pessoas foram presas desde quinta-feira. O número real provavelmente é maior, pois os protestos continuaram na noite de sábado. Mais de um terço das detenções, 533, vieram de Los Angeles na sexta-feira. O prefeito da segunda maior cidade do país impôs um toque de recolher em toda a cidade até as 5:30 da manhã de domingo.

Enquanto isso, Trump elogiou no domingo o uso da Guarda Nacional para parar a agitação.

“Outras cidades e estados dirigidos por democratas deveriam ter visto o cerco completo de anarquistas radicais de esquerda em Minneapolis na noite passada. A Guarda Nacional fez um ótimo trabalho, e deve ser usado em outros estados antes que seja tarde demais!”, escreveu ele, acrescentando que a Guarda Nacional chegou a Minneapolis e “cercou” o Antifa e outros.

“Deveria ter sido feito por [ordem do] prefeito na primeira noite e não teria havido problemas!”  disse ele.

Trump não forneceu mais detalhes sobre declarar o Antifa como organização terrorista, mas marca um passo significativo na limitação das ações e movimentos do grupo de extrema esquerda.

A Associated Press contribuiu para a redação deste artigo.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

A conexão de Wall Street com a pandemia

 
Matérias Relacionadas